Eleições 2020

Eleitor pode tirar 1º título pela internet a partir desta segunda; saiba como

Além do título, eleitor também poderá solicitar transferência de domicílio eleitoral, alteração de dados pessoais e local de votação

JC
JC
Publicado em 20/04/2020 às 15:30
Notícia
Foto: Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Na última terça-feira (28), o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou uma campanha para regulação eletrônica do título de eleitor - FOTO: Foto: Arquivo/Marcello Casal Jr/Agência Brasil
Leitura:

A partir desta segunda-feira (20), os eleitores pernambucanos terão acesso uma série de serviços da Justiça Eleitoral de Pernambuco pela internet, como tirar o primeiro título de eleitor, transferir o domicílio eleitoral, alterar dados pessoais e local de votação. No caso de alteração do local de votação, ela deve ter sua necessidade justificada, como por exemplo a facilitação de mobilidade.

Clique aqui para ter acesso ao atendimento remoto do TRE-PE

Veja o passo a passo para fazer os requerimentos

Todos os atendimentos presenciais do TRE-PE estão suspensos desde o dia 17 de março, para evitar aglomerações e garantir o isolamento social recomendado pelas autoridades médicas para o combate ao novo coronavírus (covid-19). 

>> TRE, de Pernambuco, suspende atendimento presencial

>> Eleitor tem menos de um mês para regularizar título de eleitor; prazo é até maio

>> Estado de calamidade pública nos municípios pode abrir exceções no calendário eleitoral

Os eleitores têm até o dia 6 de maio para regularizar qualquer pendência no seu título para estarem aptos a votar nas próximas eleições, marcadas para o dia 4 de outubro de 2020, quando serão eleitos prefeitos e vereadores dos 185 municípios pernambucanos.

Portaria

Uma portaria (nº 5/2020) assinada nesse domingo pelo presidente do TRE-PE, desembargador Frederico Neves e pelo vice-presidente e corregedor, desembargador Carlos Moraes, garante o direitos dos eleitores de utilizar esses serviços eleitorais pela internet, protegidos por mecanismos de segurança para evitar fraudes. 

No caso de eleitores que ainda não tenham feito a biometria, a Justiça Eleitoral vai convocá-los posteriormente para fazer o procedimento. Se não atender á solicitação, ele fica sujeito ao cancelamento ou indeferimento da sua inscrição. 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias