Eleições SJCC

Roberto Jefferson proíbe PTB de fazer alianças com o PSDB e DEM, mas decisão não muda apoio do partido a pré-candidatura de Mendonça Filho

O presidente nacional do PTB, divulgou um trecho de uma resolução aprovada pela Comissão Executiva vedando o apoio do partido a siglas de esquerda e ao PSDB e DEM, nas eleições municipais deste ano

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 05/09/2020 às 15:54
Notícia
DIEGO NIGRO/ACERVO JC IMAGEM
ARMANDO Ex-senador enxerga ex-juiz fora do leque de alternativas - FOTO: DIEGO NIGRO/ACERVO JC IMAGEM
Leitura:

Atualizada às 11h do dia 6 de setembro

O presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson, publicou em seu perfil no Twitter parte de uma resolução aprovada pela Executiva Nacional da legenda, que determina a proibição de coligações nas eleições municipais não só com partidos de esquerda, mas também com o DEM e o PSDB. No entanto, essa determinação não altera o apoio dos petebistas a pré-candidatura do ex-ministro da Educação, Mendonça Filho (DEM), à Prefeitura do Recife.

>>  Mendonça sugere que Paulo Câmara só liberou eventos corporativos para permitir que convenção do PSB tenha aglomeração

>> Bolsonaro chama governadores e prefeitos de 'projetos de ditadores nanicos'

>> ''Daniel tem total autonomia para decidir o que for melhor para o Cidadania'', diz Roberto Freire

De acordo com o presidente de honra do PTB em Pernambuco, o ex-senador Armando Monteiro Neto, no tocante à proibição que atinge os democratas e tucanos, o que existe na verdade é uma recomendação para que os diretórios nacionais consultem a Executiva Nacional. “Estive com o presidente Roberto Jefferson e o presidente estadual do PTB, José Humberto, no dia 1º de setembro (terça-feira) em Brasília, na sede nacional do partido. Ou seja, um mês após essa recomendação e na ocasião, não só ele aprovou nossa escolha por apoiar Mendonça, como fez questão de conversar com ele”, explicou Armando.

No documento publicado por Roberto Jefferson, a determinação do partido se dá para “assegurar maior fidelidade ao programa e às diretrizes partidárias, unidade da agremiação”. “Isso não afeta nosso apoio firmado no Recife”, ressaltou o ex-senador. A convenção partidária do PTB ainda não tem data definida, mas o partido deve lançar 35 candidatos a prefeito e 700 candidatos a vereador no Estado.

Nos bastidores, havia uma expectativa por parte da ala bolsonarista ligada a pré-candidatura do deputado estadual Alberto Feitosa (PSC), de que os petebistas pudessem lhe declarar apoio. Em sua passagem por Recife, no dia 21 de agosto, para participar de um curso de um curso preparatório de tiro, organizado pelo Coronel Meira (PSC), o presidente nacional do PTB, Roberto Jefferson aproveitou a ocasião para almoçar com Feitosa. Ele, inclusive, chegou a defender o projeto majoritário do deputado, mesmo afirmando que respeita a decisão local. Dentro do PTB, há quem afirme que “nunca houve intervenção do dirigente nacional no posicionamento do partido nas eleições municipais do Recife”.

Neste domingo (6), após a oficialização do apoio do PTB à reeleição da prefeita de Caruaru, Raquel Lyra (PSDB), Armando foi procurado novamente pela reportagem para informar se a decisão de Jefferson teria alguma interferência na aliança. O ex-senador garantiu que não. "Estamos com Raquel desde a sua primeira eleição e estamos seguindo o caminho natural de apoiá-la agora, com a autorização do comando nacional do partido", ressaltou o petebista.

BLOCO DIVIDIDO

Dos sete partidos que compõem o bloco de oposição ao PSB e que defendiam uma candidatura única para disputar as eleições municipais, três declararam apoio à pré-candidatura do ex-ministro da Educação e ex-governador de Pernambuco, Mendonça Filho - são eles: PL, PTB e PSDB.

O PSL, que também integra o grupo, lançou a pré-candidatura do advogado Carlos Andrade Lima. Agora, resta a definição do deputado federal e pré-candidato a prefeito, Daniel Coelho (Cidadania), se manterá seu projeto majoritário. A oposição também conta com a pré-candidatura da delegada Patrícia Domingos (Podemos), cuja a convenção será realizada no dia 16 de setembro. Os deputados estaduais Alberto Feitosa (PSC) e Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB) - que realizou a convenção para homologar sua candidatura no dia 31 de agosto - também estão no páreo do pleito municipal.

 

.
Eleições 2020 - FOTO:.
BOBBY FABISAK/JC IMAGEM
UNIÃO Ex-ministro ainda tem apoio do PSDB e PL - FOTO:BOBBY FABISAK/JC IMAGEM

Comentários

Últimas notícias