Eleições SJCC

Sem disputar a corrida majoritária, Túlio Gadêlha afirma em carta aberta que seu Plano de Governo será defendido pelos candidatos a vereador do PDT Recife

O deputado federal chegou a retirar sua pré-candidatura a prefeito mas, recuou da decisão e voltou persistir no projeto majoritário próprio, contrariando a decisão do PDT em apoiar a candidatura do PSB nestas eleições.

Mirella Araújo
Mirella Araújo
Publicado em 16/09/2020 às 16:01
Notícia

Diego Medeiros
" É necessário enfrentar as velhas práticas da política e os partidos precisam ser verdadeiramente a representação do povo", defendeu Túlio. - FOTO: Diego Medeiros
Leitura:

JC
Eleições 2020 - JC

O deputado federal Túlio Gadêlha divulgou, nesta quarta-feira (16), uma carta aberta sobre a inviabilidade de sua pré-candidatura a prefeito, rifada pelo PDT Nacional. O partido, através do seu presidente nacional Carlos Lupi, destituiu Gadêlha do comando da comissão provisória no Recife e selou a indicação da ex-vereadora Isabella de Roldão na chapa do PSB, encabeçada pelo deputado federal João Campos. 

>> Rifado pelo PDT no Recife, Túlio Gadêlha é convidado a "caminhar junto" de Marília Arraes

>> Após contrariar PDT, Túlio Gadêlha é destituído do comando do partido no Recife

>> PDT bate o martelo e indica a ex-vereadora Isabella de Roldão para compor a vice de João Campos no Recife

"Acredito que a cidade precisa ser o espaço de diálogo e encontro. Para alcançar esse ideal, precisamos recuperar a confiança das pessoas. É necessário enfrentar as velhas práticas da política e os partidos precisam ser verdadeiramente a representação do povo. Esse é o meu propósito no espaço de poder que fui eleito e ocupo atualmente", afirmou Túlio. 

O então pré-candidato a prefeito, havia construído um Plano de Governo com a participação de mais de 70 pessoas (especialistas, coletivos, movimentos sociais e empresários). Agora, segundo o deputado federal, caberá aos candidatos a vereador do PDT no Recife, defender suas propostas. "Mesmo com a comissão provisória municipal destituída da noite para o dia e a homologação da nossa candidatura não sendo viabilizada internamente, não vamos virar as costas para os recifenses que anseiam por mudança", afirmou. 

"Serão defendidas por gente de coragem, persistência, determinação e que reconhece ser injusto o desmanche de candidaturas legítimas. Seguimos em frente. O Recife é e sempre será uma causa pela qual vale a pena continuar lutando", finalizou.

Nas redes sociais, Túlio tem externado o seu descontentamento com os rumos do partido e a decisão do presidente da sigla, a quem fazia questão de declarar que era um  grande apoiador, junto com o presidenciável Ciro Gomes, do projeto majoritário próprio na capital pernambucana.

A divulgação da carta aberta ocorre no mesmo dia em que foi realizada a convenção partidária do PDT.Transmitido em formato virtual, por causa da pandemia do novo coronavírus e as recomendações para evitar aglomerações, a reunião partidária validou o nome de Isabella como vice-prefeita pela coligação da Frente Popular do Recife, e definiu os nomes dos candidatos do PDT que disputarão uma vaga na Câmara Muncipal.

Elogios e apoio a Campos

Nesta terça-feira (15), o PSB homologou a candidatura do deputado federal João Campos para a Prefeitura do Recife. A convenção partidária, que foi transmitida virtualmente, contou com o depoimento de diversas lideranças, entre socialistas e aliados. Um dos depoimentos foi o do presidente nacional do PDT Carlos Lupi, destacando que João Campos é "o prefeito que o Recife precisa". 

"Quero mandar a minha mensagem a João. Você, amigo, tem no DNA as qualidades da escola da política, com honradez, com seriedade, com preparo e amor à causa pública. Com você vamos resgatar a esperança de uma nova geração, geração independente, que quer construir um Recife mais forte do que é hoje. Tenho respeito por você, por sua família, seu avô, seu pai e ao quanto você é importante agora", afirmou Lupi

O clima entre a executiva nacional e a comissão provisória municipal, presidida por Túlio Gadêlha começou a entrar em conflito quando o deputado federal recuou da disputa pela Prefeitura do Recife e, em contrapartida, indicou o nome do enfermeiro Roberto Patriota. Crítico ferrenho das gestões do PSB, com publicações nas redes sociais levantando a hashtag #ForaPSB, Patriota foi prontamente rejeitado pelos socialistas, que viram a indicação como uma tentativa de Túlio de inviabilizar a aliança entre os partidos. 

Diante do conflito, o presidente nacional Carlo Lupi interveio e referendou o nome de Isabella de Roldão para compo a vice na chapa com o PSB. Não conformado com o encaminhamento, Túlio anunciou que iria manter sua pré-candidatura, por ter o apoio da maioria do partido municipal. Momentos após anunciar esta decisão, Carlos Lupi fez uma nova intervenção e destituiu Túlio Gadêlha do comando municipal do partido, que agora também passa a ser  dirigido pelo presidente estadual da legenda, Wolney Queiroz - principal defensor da manutenção do PDT na Frente Popular do Recife. 

 Veja na íntegra a carta aberta assinada por Túlio Gadelha:

"Carta Aberta ao Recife

Somos do tamanho dos nossos sonhos e somos maiores quando sonhamos e construímos coletivamente. É assim que faço a minha vida política no PDT. Para mim, política é coragem, responsabilidade e ética com o bem comum.

Pensando assim, a nossa pré-candidatura à Prefeitura do Recife nasceu do desejo de pôr fim ao sofrimento das pessoas. Decisões equivocadas dos gestores levaram a nossa linda cidade a ter o título de capital da desigualdade, do desemprego e do pior trânsito. É notável a insatisfação da população com a gestão atual.

Acredito que a cidade precisa ser o espaço de diálogo e encontro. Para alcançar esse ideal, precisamos recuperar a confiança das pessoas. É necessário enfrentar as velhas práticas da política e os partidos precisam ser verdadeiramente a representação do povo. Esse é o meu propósito no espaço de poder que fui eleito e ocupo atualmente.

Vislumbrando esse objetivo, construímos um Plano de Governo com mais de 70 pessoas (especialistas, coletivos, movimentos, empresários) para cuidar do Recife e da nossa gente. Elaboramos uma plataforma de gestão inteligente, sustentável e que coloca a periferia no centro das decisões sobre o orçamento da cidade - adotando medidas para gerar emprego, colocar comida na mesa e dar segurança. No nosso programa, traçamos direcionamentos para implementar medidas de desenvolvimento com responsabilidade ambiental e reparação histórica. Além disso, que valoriza a nossa cultura, através das tradições populares, músicas, comidas, danças e outras expressões artísticas.

Mesmo com a comissão provisória municipal destituída da noite para o dia e a homologação da nossa candidatura não sendo viabilizada internamente, não vamos virar as costas para os recifenses que anseiam por mudança. As nossas propostas para a cidade serão levadas por cada candidato a vereador do PDT no Recife. Serão defendidas por gente de coragem, persistência, determinação e que reconhece ser injusto o desmanche de candidaturas legítimas. Seguimos em frente. O Recife é e sempre será uma causa pela qual vale a pena continuar lutando.

Túlio Gadêlha
Deputado Federal"

 

 

 

JC
Eleições 2020 - FOTO:JC

O jornalismo profissional precisa do seu suporte.

Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Comentários

Últimas notícias