Eleições SJCC

João Campos traz Ciro Gomes para reforçar campanha no Recife

O presidenciável desembarca no Recife acompanhado do presidente nacional do PDT, Carlos Lupi.

JC
JC
Publicado em 20/11/2020 às 19:53
Notícia

Alexandre Gondim/JC Imagem
Ciro concedeu entrevista à Rádio Jornal - FOTO: Alexandre Gondim/JC Imagem
Leitura:

Arte: JC
Eleições de 2020 - Arte: JC

O presidenciável Ciro Gomes e o presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, desembarcam no Recife neste domingo (22), para compromissos de campanha ao lado do candidato a prefeito do Recife João Campos (PSB) e da candidata a vice-prefeita Isabella de Roldão (PDT). Os dirigentes pedetistas têm uma agenda cheia prevista, em especial um almoço com o governador Paulo Câmara (PSB), o prefeito do Recife Geraldo Julio (PSB), além de João e Isabella.

Logo depois de desembarcarem no Recife às 10h, Ciro e Lupi participam de "carreatinha" com os candidatos da Frente Popular às 10h30. Em seguida, às 11h30, se reúnem com a militância na Zona Sul do Recife. Depois do almoço com o governador e o prefeito, às 15h, eles fazem gravação para o guia eleitoral com os candidatos. Ás 17h, está prevista outra reunião com a militância, desta vez na Zona Norte. A agenda encerra à noite, às 19h, quando eles devem jantar com os representantes dos dois partidos, segundo informações do PDT. 

>>Mais de 20 sindicatos declaram apoio a João Campos neste segundo turno no Recife

>>Datafolha: Marília Arraes lidera com 41%; João Campos tem 34% na disputa para prefeito do Recife

>> Na Rádio Jornal, João Campos diz ser vítima de ofensas de Marília durante a campanha

“Vamos reforçar a campanha de um aliado, João Campos, que será o próximo prefeito de Recife”, declarou Lupi, ao JC. Por mais que no primeiro turno das eleições o embate ideológico dos espectros da direita versus esquerda não tenha refletido na eleição do Recife, o PSB busca na presença de Ciro Gomes uma forma de agregar ao palanque socialista uma presença maior de centro-esquerda. “Nós estamos discutindo uma campanha de fato do município, mas a vinda de Ciro é um reforço importantíssimo porque ele foi muito bem votado no Recife, é um cara muito querido e respeitado nacionalmente. E a gente continua discutindo o nosso projeto em Recife”, declara Isabella.

Essa presença também vem para reforçar o bloco formado, a nível nacional, pelos partidos PSB, PDT, PV e Rede, que tem buscado construir uma alternativa progressista fortalecida para 2022, cravando uma via paralela ao PT. “De certa forma, a visita de Ciro Gomes e Carlos Lupi, reforça esse bloco nacional que existe, mostrando esse grande conjunto de forças que hoje também reflete na nossa cidade, mas nosso foco de fato é 2020”, afirma a candidata a vice-prefeita.

O deputado federal Túlio Gadêlha, que teve sua candidatura rifada pelo partido em prol da manutenção da aliança com a Frente Popular, também afirma ser importante a vinda do presidenciável ao Recife. O pedetista não poderá encontrar Gomes neste domingo, porque recebeu o convite para ajudar a campanha dos candidatos a prefeito de São Paulo, Guilherme Boulos (PSOL), e de Porto Alegre, Manuela D'Ávila (PSOL). Ele afirmou que devará falar com o dirigente nacional pessoalmente na próxima quarta-feira (25), quando estarão juntos em Fortaleza para apoiar o candidato do PDT, José Sarto. 

"Esse é o compromisso do PDT de fortalecer o campo progressista, entendo que não vamos vencer o bolsonarismo se não tentarmos construir uma frente ampla, e aí também cito o PCdoB, PSOL, PT. Que a vinda seja para declarar apoio ao candidato que o PDT se comprometeu, mas que ele deva manter uma relação saudável com os outros partidos", afirma Gadêlha. 

O deputado federal ainda não declarou oficialmente se irá apoiar Marília Arraes (PT) ou João Campos (PSB), neste segundo turno, mas em suas redes sociais tem feito acenos significativos a candidata petista. Nesta quinta-feira, ele repostou nos stories do Instagram (na aba em que as publicações se apagam após 24 horas), um post que fez no dia 13 de setembro. "Sou da parte ampla do PDT que não carrega o ódio ao PT. Inclusive, se tem algo que a gente combate é o ódio na política. Sigamos com amor e amplitude", afirmou. 

"Minhas críticas ao PSB são programáticas. Nós defendemos as minorias, ascrianças, a população negra, nós somos um partido que luta por direitos sociais e a realidade, é que as gestões do PSB afundaram o Recife nas desigualdades, na mobilidade. Somos a capital afundada no desemprego, enquanto outras tem conseguido minimamente se recuperar ou dar alguma resposta a população. Aqui foi uma omissão completa", dispara Túlio. 

Câmara do Recife

O desempenho da chapa proporcional do PDT no Recife, não foi o esperado. O partido não conseguiu eleger nenhum representante na Câmara Municipal e a vinda dos dirigentes no momento do segundo turno, também é em tom de apaziguar as divergências internas e reanimar as lideranças nessa reta final majoritária. “Essas presenças tem esse tom de unificar e dizer que o PDT continua forte, que não é um projeto individual, nós temos um grupo de forças nesta luta. O PDT está mais vivo do que nunca”, dispara Isabella de Roldão.

Sobre o fato de não terem eleito nenhum vereador, o deputado federal Túlio Gadêlha atribiu atribuiu o cenário a forma como o PDT conduziu seus posicionamentos na pré-campanha. Inicialmente haviam 37 pré-candidatos a vereador e a expectativa seria de eleger ao menos três postulantes. "Quando a nossa comissão foi destituída, às vésperas da convenção, e decidiram impor uma aliança com o PSB, sem ouvir os candidatos, 18 deles saíram da disputa. Nós ficamos apenas com 19 candidatos que, inclusive, se alinharam a candidatura majoritária, mas sempre foram críticos a atual gestão", declara o parlamentar. 

Ainda segundo Gadelha, essa "falta de coerência absurda", teria levado os candidatos a vereança a obterem uma votação abaixo do esperado. "A partir do momento que entraram em contradição, eles perderam a credibilidade do eleitor. 

 

 

 Hélia Scheppa / Divulgação
Isabella de Roldão convoca militância pedetista para o segundo turno - Hélia Scheppa / Divulgação

 Hélia Scheppa / Divulgação
Isabella de Roldão convoca militância pedetista para o segundo turno - FOTO: Hélia Scheppa / Divulgação
Arte: JC
Eleições de 2020 - FOTO:Arte: JC

Comentários

Últimas notícias