PANDEMIA

Rede pede ao STF que estados possam elaborar planos próprios de vacinação contra covid-19

Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) será relatada pelo ministro Ricardo Lewandowski

JC
JC
Publicado em 10/12/2020 às 20:04
Notícia

JUSTIN TALLIS/AFP/POOL
Rede alega que o País não tem plano de vacinação consistente - FOTO: JUSTIN TALLIS/AFP/POOL
Leitura:

A Rede Sustentabilidade entrou com pedido no Supremo Tribunal Federal (STF) para que todos os estados possam elaborar e executar planos próprios de imunização contra a covid-19, inclusive buscando a celebração de acordos para aquisição e aplicação direta de vacina. A Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI), protocolada nesta quinta-feira (10), será relatada pelo ministro Ricardo Lewandowski.

>> Governo de Pernambuco garante que está pronto para receber a vacina contra a covid-19

>> Anvisa autoriza uso emergencial de vacinas contra covid-19 de maneira temporária

>> Frente Nacional de Prefeitos cobra de Bolsonaro a aquisição de vacinas contra a covid-19

"Além de não construir um plano nacional de vacinação consistente, o governo federal parece tentar minar planejamentos mais bem feitos em níveis estadual e municipal, alegando não ser de competência dos entes subnacionais cuidar da vacinação em suas respectivas localidades", alegou o partido.

A ação requer ainda que a Anvisa não negue o uso de vacinas aprovadas pelas agências estrangeiras ou "que eventual negativa de autorização de uso pela Anvisa seja lastreada por fundamentação estritamente técnica, e não político-ideológica".

Leia a íntegra do pedido

O partido pediu que a ação seja analisada monocraticamente e depois apreciada no plenário ou levada diretamente para a sessão de julgamento do dia 17 de dezembro, quando devem ser avaliadas outras ações sobre plano do governo para vacina contra a doença.

 

Comentários

Últimas notícias