Eleição no Congresso

Contrariando orientação do PT, Marília Arraes lança candidatura avulsa a cargo na Mesa Diretora da Câmara

Estão em jogo na eleição de hoje, além da vaga de presidente da Casa, duas vice-presidências e o comando de quatro secretárias e suas respectivas suplências

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 01/02/2021 às 13:01
Notícia
YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Apesar da decisão, Marília diz que votará em Baleia Rossi (MDB) para presidente da Casa - FOTO: YACY RIBEIRO/ JC IMAGEM
Leitura:

A deputada federal Marília Arraes (PT) anunciou nesta segunda-feira (1º) que lançou candidatura avulsa à vaga na Mesa Diretora da Câmara dos Deputados a que o bloco do PT tiver direito. De acordo com a sua assessoria de imprensa, como a definição dos cargos da mesa não é feita de maneira antecipada, essa questão só deve ser decidida no fim desta tarde. Estão em jogo na eleição de hoje, além da vaga de presidente da Casa, duas vice-presidências e o comando de quatro secretárias e suas respectivas suplências.

"Sim, ela é candidata. A definição de cargos da mesa não é antecipada. Depende de muita coisa, incluindo o avanço na formação dos blocos. Isso só deve ser fechado no final da tarde. O PT está reunido, neste momento, para tratar sobre as definições sobre o tema. Após a reunião teremos mais detalhes", afirmou a assessoria de imprensa da parlamentar, através de nota.

Segundo informações publicadas pela CNN, a candidatura da petista vinha sendo estimulada nos últimos dias pelo candidato favorito do Palácio do Planalto para a presidência da Casa, o deputado Arthur Lira (PP). Com o movimento, o progressista garantiria para si cerca de oito votos dos 53 parlamentares do PT, que oficialmente declarou apoio à postulação de Baleia Rossi (MDB) ao posto.

>> Rodrigo Maia decide deixar o DEM após eleição na Câmara dos Deputados, diz jornal

>> Após DEM abandonar Baleia Rossi, Maia diz que pode aceitar pedido de impeachment contra Bolsonaro

>> Bolsonaro manda recado a Maia: 'seja feliz, tudo acaba um dia'

>> ''Não há nenhuma motivação para a aceitação de pedido de impeachment'', diz Mourão, no Twitter

>> Bancada de PE dará ao menos 13 votos a Lira e 10 a Baleia. Veja em quem cada deputado vota

>> Cientistas políticos comentam o que está em jogo na eleição para a presidência da Câmara dos Deputados

Na nota divulgada à imprensa pela sua assessoria, Marília garante que votará em Baleia Rossi, conforme orientação petista. Em entrevista à coluna do Estadão nesta manhã, a petista lamentou ter uma decisão sua atribuída à influência de um homem. "É muito triste que quando uma mulher tome atitudes ousadas, achem sempre que tem algum homem por trás", disparou.

Na bancada do PT, há uma disputa interna para decidir qual será o candidato oficial do partido para a vaga na Mesa Diretora. Ao incentivar candidaturas avulsas (inclusive não apenas no PT), Lira rompe com a tradição da Casa de que os partidos escolham que parlamentar terá direito a ocupar as vagas a que as siglas têm direito pelos tamanhos dos blocos.

Convencendo parlamentares a se lançarem independentemente dos seus partidos, Lira enfraquece a liderança das legendas que já declararam apoio à candidatura de Baleia Rossi.

Candidatura pode ser barrada

Apesar de Marília ter marcado posição na eleição da Câmara, de acordo com o UOL a candidatura da deputada ainda pode ser barrada pelo PT. O portal diz que, segundo informações de bastidores, a legenda tanto pode abraçar o nome de Marília quanto abrir mão da sua vaga na Mesa Diretora para que o espaço seja ocupado por um outro partido de oposição a Bolsonaro.

A vaga a que os petistas terão direito vai depender do tamanho do bloco que Baleia Rossi conseguir formar para a presidência. Por ser o maior partido do grupo, o PT teria a prerrogativa de fazer a primeira escolha entre os postos que estiverem disponíveis.

Comentários

Últimas notícias