Requalificação

Alcides Cardoso critica 'demora' da Prefeitura do Recife para iniciar obras do Projeto Orla Viva, na Zona Sul

Em 2020, quando lançou o projeto, a gestão municipal informou que a reforma dos quiosques presentes na Avenida Boa Viagem não traria nenhum custo para os cofres públicos

Renata Monteiro
Renata Monteiro
Publicado em 08/07/2021 às 15:01
Notícia
Phillipe Jonathan/Divulgação
Alcides Cardoso (DEM), vereador do Recife - FOTO: Phillipe Jonathan/Divulgação
Leitura:

Atualizada às 16h58 com a resposta da Prefeitura do Recife

Onze meses após a Prefeitura do Recife e a Associação dos Barraqueiros de Coco de Boa Viagem (ABCR) firmarem um termo de cooperação para a requalificação das orlas das praias de Boa Viagem e Pina, na Zona Sul da capital, o vereador Alcides Cardoso (DEM) veio a público para criticar a "demora" para início das obras. Em 2020, quando lançou o Projeto Orla Viva, a gestão municipal informou que a reforma dos quiosques da Avenida Boa Viagem não traria nenhum custo para os cofres públicos, pois seria custeada pela iniciativa privada, através de parceiros comerciais.

"O prefeito João Campos precisa resolver, a orla de Boa Viagem não suporta mais esse descaso e abandono", afirmou o parlamentar. "O Projeto Orla Viva, de reforma dos 60 quiosques presentes nos oito quilômetros das orlas de Boa Viagem e do Pina, foi anunciado em setembro de 2020, mas até agora nada foi feito, a obra não saiu do papel", observou Cardoso.

O vereador esteve em Boa Viagem e conferiu de perto a situação dos equipamentos. Ele lembrou que a última reforma realizada nos quiosques ocorreu em 2009 e, de lá para cá, nenhuma nova intervenção foi realizada para reduzir os danos causados pela ação do tempo nas estruturas.

>> Prefeitura do Recife e ABCR assinam termo para requalificação da Orla de Boa Viagem e Pina, no Recife

>> Quiosques de Boa Viagem, no Recife, mais perto da requalificação

>> Orla da Praia de Boa Viagem, principal cartão-postal do Recife, é retrato do abandono

>> Quiosque da Praia de Boa Viagem, no Recife, é arrombado pela nona vez na pandemia

"A praia de Boa Viagem é um cartão-postal da nossa cidade, atrai muitos turistas, mas esse abandono prejudica diretamente o turismo, afasta as pessoas. Em um momento de tentarmos recuperar as perdas causadas pela pandemia, não podemos aceitar esse descaso", pontuou o democrata, destacando que os quiosques têm problemas elétricos, de encanação, falta de lixeiras, entre outros.

Alcides Cardoso fez questão de ressaltar, ainda, que o Projeto Orla Viva foi aprovado "depois de três anos de estudos técnicos, audiências públicas e reuniões entre barraqueiros e poder público", e que, por a Prefeitura não ter custos com a obra, não entende as razões para "tanta demora". "Se o projeto será bancado pela iniciativa privada, sem custos para o município, por que a obra não começou? Nada justifica essa demora, ainda mais considerando que o projeto foi aprovado há mais de seis meses", disparou, afirmando que pretende solicitar à gestão João Campos (PSB) informações a respeito do impasse. "Como sempre, a Prefeitura faz muita propaganda, mas a transparência com a população não existe. Esse abandono com a orla precisa acabar e eu vou cobrar soluções", declarou o vereador.

RESPOSTA

Através de nota, a Prefeitura do Recife afirmou que "está estudando um conjunto de ações para realizar em paralelo à reestruturação dos quiosques" e que "as intervenções devem ocorrer simultaneamente para diminuir os transtornos causados pela execução de obras no espaço".

Comentários

Últimas notícias