POLÍTICA

Ciro investe em 3ª via e se lança como candidato 'nem Lula, nem Bolsonaro'

"Porque o mais fácil a gente sabe o que é: nem Lula, nem Bolsonaro", afirma o pré-candidato

Estadão Conteúdo
Estadão Conteúdo
Publicado em 12/07/2021 às 14:54
Notícia
WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO
PRESIDENCIÁVEL Ciro Gomes defendeu o impeachment de Bolsonaro - FOTO: WERTHER SANTANA/ESTADÃO CONTEÚDO
Leitura:
O ex-governador do Ceará e pré-candidato às eleições de 2022 Ciro Gomes (PDT) se lançou como candidato à terceira via. Em vídeo publicado nas redes sociais nesta segunda-feira (12), Ciro diz que o "mais difícil" é saber "o que devemos fazer" no projeto do País. "Porque o mais fácil a gente sabe o que é: nem Lula, nem Bolsonaro".
De acordo com o pré-candidato, suas críticas contra o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que vêm se intensificando nos últimos meses, têm em vista o que o ex-presidente "diz que fez e não fez". "É pelo que ele fez de errado e tentou esconder. E, principalmente, pelo que ele fará e não terá condições de fazê-lo", afirmou o pedetista. Na avaliação de Ciro, Lula não tem um projeto claro para comandar o Brasil. "Não tem nova proposta nem energia sincera para fazê-lo".
 
Já nas críticas contra a reeleição do chefe do Executivo, Jair Bolsonaro (sem partido), Ciro diz que condena tudo o que o presidente representa. "As mentiras e as traições que cometeu e vem cometendo contra o povo brasileiro e maldade e a destruição entranhadas em sua alma", declara. Ciro classifica que Bolsonaro representa "atraso, trevas e tragédia".
"Eu tenho um plano completo para tirar o Brasil desse dilema", garante Ciro.
 
Ao se lançar como a solução da polarização entre Lula e Bolsonaro, o ex-governador do Ceará aproveita os dados do levantamento Genial/Quaest, divulgado na quarta-feira (7), que mostrou que 31% dos brasileiros dizem que não gostariam que nem Lula da Silva nem Bolsonaro vencessem as eleições. Segundo a pesquisa, 57% dos entrevistados ainda estão indecisos sobre a intenção de voto para o pleito de 2022.

Últimas notícias