Relato

Joice Hasselmann foi agredida? Veja o que se sabe sobre o que aconteceu com ela

Deputada federal acredita que teria sido vítima de um atentado dentro do seu apartamento funcional em Brasília no último sábado (17)

Luisa Farias
Cadastrado por
Luisa Farias
Publicado em 23/07/2021 às 10:08 | Atualizado em 25/07/2021 às 21:46
REPRODUÇÃO / SBT
MACHUCADA Investigação descartou violência doméstica e agressão - FOTO: REPRODUÇÃO / SBT
Leitura:

A deputada federal Joisse Hasselman (PSL-SP) foi a público para afirmar que acredita ter sido vítima de um atentado dentro do seu apartamento funcional em Brasília no último domingo (18). Ela diz também cogitar a possibilidade de ter passado mal e caído no chão.

>>> Joice Hasselmann dá nome de dois suspeitos por suposta agressão, diz que um deles é parlamentar e cita ''GSI paralelo’’

De acordo com Joice, ela teria acordado no chão do quarto em cima de uma poça de sangue. "Eu cheguei a pensar que tivesse tido um pequeno AVC (acidente vascular cerebral) ou algo assim", disse a deputada ao Estadão.

Em entrevista ao SBT, ela contou que lembra de estar assistindo uma série na televisão na noite do sábado (17), sozinha no quarto.

"O que eu sei, o que eu vi, foi que domingo, umas 7h da manhã eu acordo entre meu quarto e o banheiro, no closet, com uma poça de sangue. Estava muito frio, eu estava muito gelada e tinha perdido muito sangue. Me arrastei até o meu banheiro e, quando eu cheguei no banheiro, tinha pingos de sangue no banheiro, o tapete estava empapado de sangue e o que me chamou a atenção foi o espelho, tinha gotas de sangue como se fosse jato. Mas como? Sangue do meu nariz vai estar no espelho? Mas eu estava totalmente atordoada, imediatamente eu pedi socorro", completou. 

Joice foi atendida inicialmente pelo seu marido, Daniel França, que é neurocirurgião. Ele estava no apartamento, mas dormia em outro local, segundo ela, por ter problemas com ronco. Para chamá-lo, precisou ligar para o seu celular, pois não conseguia se levantar.  

Na última terça (20), Joice se dirigiu a um hospital para realizar exames, que identificaram traumas no joelho, costela, ombro e nuca, cinco fraturas na face e uma na coluna. 

De acordo com a deputada, os médicos não acreditam em uma queda acidental. Joice suspeita de ter levado uma paulada na cabeça e ter ficado desacordada, pois está com um "galo" grande na cabeça. "Os médicos me alertaram e falaram: olha, pra ser um tombo você teria quer ter tomado quatro ou cinco tombos, ou então caído de uma escada", disse ao SBT. 

Investigação

A parlamentar acionou o Departamento de Polícia Legislativa (Depol) para investigar o caso, que deve analisar as imagens das câmeras de segurança para identificar alguma atividade suspeita. Segundo ela, não há sinais de arrombamento no local ou vestígios da presença de outras pessoas. Ela também descarta ter havido luta corporal. 

A parlamentar é acompanhada por agentes, mas os dispensa ao final do dia quando vai para casa. Ainda assim, há funcionários de segurança da Câmara dos Deputados que ficam na entrada do prédio. 

"Não posso dizer que foi um desafeto político ou mesmo se foi alguém que entrou na minha casa. Mas esse é um local público, a chave de um apartamento funcional não é uma chave que fica só comigo, outras pessoas em departamentos da própria Câmara têm. E pessoas já passaram pela minha casa, já trabalharam aqui, já tiveram cópia da chave. Então, seria muito simples e muito óbvio eu dizer: 'Olha, eu tenho desafetos políticos, me ameaçam de morte, eu vou culpar fulano'. Mas vamos deixar as investigações seguirem", conjecturou na entrevista ao SBT. 

Comentários

Últimas notícias