Impeachment

Humberto Costa diz não acreditar que Rodrigo Pacheco aceite pedido de impeachment de Alexandre de Moraes

Para começar a tramitar efetivamente na Casa Alta, o presidente Rodrigo Pacheco precisa atestar admissibilidade do pedido

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 20/08/2021 às 19:28
Notícia
EDILSON RODRIGUES/AGÊNCIA SENADO
"Eu acho que ele está jogando para a plateia. Bolsonaro é um irresponsável completo", afirmou Humberto Costa - FOTO: EDILSON RODRIGUES/AGÊNCIA SENADO
Leitura:

Atualizada às 19h51

Após o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) entrar com um pedido de impeachment contra o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Alexandre de Moraes no Senado Federal, o senador Humberto Costa (PT) disse não acreditar na possibilidade do presidente da Casa, Rodrigo Pacheco, admitir o pedido. 

Para começar a tramitar efetivamente na Casa Alta, Rodrigo Pacheco precisa atestar a admissibilidade do pedido. Bolsonaro prometeu ainda entrar com outra petição pelo impedimento do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso. 

"Eu não vejo nenhuma hipótese que isso aconteça, até porque o ministro Alexandre de Moraes está cumprindo o seu dever de defender a democracia e o estado de direito e essas pessoas que Bolsonaro está defendendo na verdade são pessoas que querem atentar contra a democracia, a independência entre os poderes", afirmou Humberto Costa ao JC

Humberto também acredita que o presidente já prevê que o pedido será rejeitado e deu entrada no documento como uma manobra política. "Eu acho que ele está jogando para a plateia. Bolsonaro é um irresponsável completo", resumiu o senador. 

Nas suas redes sociais, o senador petista voltou a tratar sobre o tema e sacramentou que o destino do pedido de impeachment. "Um presidente da República que ameaça a independência entre os poderes, desrespeita a Constituição e atenta contra o Estado de Direito, pedir o impeachment de um ministro do Supremo que está cumprindo seu dever e salvaguardando a democracia", disse Humberto. 

Impeachment

Bolsonaro cumpriu o que tinha dito na última terça-feira (17) em uma entrevista à Rádio Capital de Notícia, de Cuiabá, e encaminhou o pedido de afastamento de Alexandre de Moraes.

O documento foi protocolado por funcionários do Palácio do Planalto na tarde desta sexta-feira (20). O chefe de gabinete de Rodrigo Pacheco, João Batista Marques, confirmou que a petição havia sido recebida.

Comentários

Últimas notícias