Homenagem

Bolsonaro concede medalha de mérito científico a si próprio

Desde 2002, o presidente da República é agraciado com o título de grão-mestre, e o ministro da Ciência, com o de chanceler

JC
JC
Publicado em 04/11/2021 às 19:16
Notícia
Alan Santos/PR
Presidente da República, Jair Bolsonaro - FOTO: Alan Santos/PR
Leitura:

O presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), concedeu a si próprio o título de grão-mestre, o mais alto, da Ordem Nacional do Mérito Científico —honraria reservada a "personalidades nacionais e estrangeiras que se distinguiram por suas relevantes contribuições prestadas à Ciência, à Tecnologia e à Inovação".

A homenagem é regimental desde 2002, quando Fernando Henrique Cardoso e o então secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência, Ronaldo Sardenberg, assinaram o decreto que ainda está em vigor agraciando o presidente da República com o título de grão-mestre, e o ministro da Ciência, com o de chanceler.

Ao ministro Paulo Guedes, foi reservado um lugar no Conselho da Ordem.

O decreto, publicado hoje no Diário Oficial da União, também condecora os ministros Marcos Pontes (Ciência, Tecnologia e Inovações), Carlos França (Relações Internacionais), Paulo Guedes (Economia) e Milton Ribeiro (Educação). 

Além das autoridades, o texto concede a ordem a 32 professores e pesquisadores de diversas áreas da ciência. Esta é a primeira condecoração desde 2018, quando o ex-presidente Michel Temer assinou um decreto que intitula quase 80 personalidades.

Comentários

Últimas notícias