Eleições

'Anderson posa de entendido em transporte, mas não usou conhecimento enquanto foi prefeito', diz Isaltino Nascimento

Fala do deputado estadual é resposta a crítica de Anderson Ferreira, que afirmou que o governo Paulo Câmara é "refém" das empresas de transporte público que operam na RMR

Renata Monteiro
Cadastrado por
Renata Monteiro
Publicado em 11/05/2022 às 17:51 | Atualizado em 11/05/2022 às 17:52
ALEPE
Isaltino Nascimento (PSB), líder do governo na Alepe - FOTO: ALEPE
Leitura:

Após o pré-candidato a governador de Pernambuco, Anderson Ferreira (PL), declarar que a gestão Paulo Câmara (PSB) é "refém" das empresas de transporte público que operam na Região Metropolitana do Recife, o líder do governo na Assembleia Legislativa (Alepe), Isaltino Nascimento (PSB), afirmou que o ex-gestor quer "posar de entendido em transporte", mas terá muito o que explicar aos seus eleitores sobre as ações realizadas por ele nesta área enquanto foi prefeito de Jaboatão dos Guararapes.

Em entrevista à rádio Liberdade FM na manhã desta quarta (11), o liberal disse que o governador "não está conseguindo manter o diálogo" com as empresas que atuam na região, preocupando-se apenas em realizar reajustes nas tarifas. No início do ano, as passagens de ônibus no Grande Recife foram reajustadas em 9,69%. Com a mudança, a tarifa do anel A, usado por mais de 80% dos passageiros, passou de R$ 3,75 para R$ 4,10. O anel B, por sua vez, saiu de R$ 5,10 para R$ 5,60.

"Anderson Ferreira volta a querer posar de entendido em transporte, agora falando de aumento de passagem. O mesmo Anderson cujo sistema de transporte complementar, sob a gestão da Prefeitura de Jaboatão, acabou de reajustar a tarifa para R$ 4,00. Ou seja, dez centavos a menos do que a passagem do Consórcio Grande Recife", disparou Isaltino, em resposta a Anderson.

Durante a entrevista, o ex-prefeito também declarou que o grupo de trabalho que está elaborando o seu plano de governo tem se debruçado sobre algumas possibilidades de soluções para os problemas que afetam essa área, e que essas propostas serão apresentadas em breve à população do Estado. "A gente vai ter que rever não apenas a questão do transporte de ônibus, mas o metrô, tem que ser feito um programa que possa atingir todos os transportes", frisou.

"O pré-candidato Anderson tem uma tarefa bem difícil, convencer as pessoas que logo após renunciar ao cargo aprendeu a solução de todos os problemas. Só não usou esse conhecimento no período que estava sentado na cadeira de prefeito", respondeu Isaltino.

Comentários

Últimas notícias