CONCORDA?

Bruno Gagliasso critica 'desgoverno' de Jair Bolsonaro: "Estamos vivendo um pré-golpe"

Ator falou que enfrentou empecilhos para o lançamento de seu novo trabalho, o filme "Marighella"

Gabriela Andrade
Gabriela Andrade
Publicado em 11/10/2021 às 11:27
Notícia
Divulgação
Bruno Gagliasso critica Jair Bolsonaro - FOTO: Divulgação
Leitura:

Em entrevista à coluna de Mônica Bergamo no jornal Folha de S. Paulo, Bruno Gagliasso falou sobre a situação política do Brasil durante o governo Jair Bolsonaro.

O ator admitiu que teme pela produção artística nacional diante dos "ataques" da atual gestão ao setor e não poupou críticas às autoridades federais: "Se você faz arte e não tem medo do que está acontecendo com esse desgoverno, desculpa, mas você tem que estar em outro lugar".

"Não consigo nem chamar isso de governo. É desgoverno. Sou a favor de qualquer coisa que tire esse psicopata [Bolsonaro] do poder. Ele não tem capacidade para estar onde está, cometeu crimes e deve responder por eles", disse Bruno Gagliasso.

Na visão do ator, não se trata de dizer que o Brasil ficou mais careta. "Nós temos um bost* de um presidente, mas temos uma Pabllo Vittar. O que é ser careta? É o atual governo? O atual governo é criminoso. Estamos vivendo num momento mais sério e mais profundo do que isso. Estamos vivendo um pré-golpe, não enxerga quem não quer", analisou Bruno Gagliasso. 

O ator que costuma compartilhar suas impressões sobre política nas redes sociais, declarou ainda que não concorda com colegas de profissão que preferem manter a "neutralidade política". "Não dá pra falar 'Ah, eu não falo sobre política'. Tá louco, cara? Não se posicionar é escolher um lado. E é o lado da omissão", avaliou.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias