ARGUMENTOS

Acusada de transfobia, Joana Prado se pronuncia após polêmica envolvendo banheiro unissex

Esposa de Vitor Belfort afirmou que "tem amigos gays" para provar que não é homofóbica

Samantha Oliveira
Samantha Oliveira
Publicado em 21/10/2021 às 11:36 | Atualizado em 21/10/2021 às 11:58
Reprodução/Instagram
Joana Prado Belfort, esposa do lutador Vitor Belfort - FOTO: Reprodução/Instagram
Leitura:

A esposa de Vitor Belfort, Joana Prado, usou o Instagram para se pronunciar sobre as aucusações de transfobia e homofobia que recebeu. Tudo começou quando ela criticou a existência de um banheiro unissex durante um passeio com as filhas.

As críticas ao banheiro repercutiram nas redes sociais, e Joana teve o apoio de Vitor Belfort na publicação. Contudo, com as acusações, os dois acabaram perdendo um grande patrocinador, a Garden Of Life, empresa de suplementos.

"Não devo satisfação para ninguém. Aprendi que é muito mais importante viver de valores do que de preferências. Mas não posso admitir que a minha mensagem seja distorcida. O vídeo jamais teve a intenção de ser transfóbico ou homofóbico. Em momento algum eu questiono a sua escolha sexual", disse Joana Prado.

No vídeo, ela ainda usa como argumento o fato de ter uma funcionária gay e uma pessoa transexual na família. "Tenho amigos gays, inclusive, tenho na minha família um trans, que amo de paixão. A minha mensagem está longe de ser contra essas pessoas", declarou.

Joana Prado afirma que a sua mensagem foi, na verdade, de uma mãe preocupada com as filhas. "Pelo fato de elas poderem estar dividindo um banheiro público com um homem e correndo o risco de serem molestadas ou até mesmo estupradas. Minha luta é contra pedofilia, abuso e a violência sexual. Não posso admitir que as minha filhas, de 12 e 13 anos, corram esses riscos".

No relato, a esposa de Vitor Belfort ainda relembrou o desaparecimento da cunhada, Priscila Belfort. "Não sabemos se ela foi sequestrada, abusada ou vendida para a indústria do sexo", lamentou.

Patrocínio

No Instagram, Joana Prado gravou dois vídeos - um em inglês e um em português. Além de defender seu ponto de vista, ela ainda falou sobre a polêmica envolvendo o cancelamento do patrocínio.

"Se empresas que me patrocinam estão mais preocupadas com o meio ambiente do que com cuidado e proteção do ser humano, eu e minha família é que não queremos estar com essas empresas. Quero estar junto com empresas e pessoas do bem, que lutam pelas mesmas causas. Não devo satisfação a ninguém, mas essa luta é minha, e a luta é contra essas pessoas que sofrem: vamos acabar com o tráfico de pessoas". Veja o pronunciamento. 


Comentários

Últimas notícias