Retratação

Maurício Souza pede desculpas por "defender aquilo que acredito" e colegas de time se manifestam

O jogador foi demitido do time após fazer uma série de comentários considerados homofóbicos

Rakeche Nascimento
Rakeche Nascimento
Publicado em 27/10/2021 às 17:21
Notícia
Reprodução / Instagram
Mauricio Souza - FOTO: Reprodução / Instagram
Leitura:

Depois de realizar comentários considerados homofóbicos nas redes sociais e ver uma repercussão extremamente negativa do caso, o jogador Maurício Souza fez uma retratação afirmando que não gostaria de ter 'ofendido quem se sentiu ofendido'. A declaração foi feita apenas no Twitter, onde tinha menos de 50 seguidores no momento da postagem. Enquanto isso, o post com a fala homofóbica foi feito no Instagram, onde ele tem mais de 300 mil seguidores; depois o vídeo com a retratação seguiu para a rede social com mais seguidores.

O caso viralizou nas redes sociais após Maurício Souza criticar a editora DC Comics por ter anunciado que o personagem Super-Homem vai se descobrir bissexual em uma nova história em quadrinhos. Depois disso, os patrocinadores do time 'Minas Tênis Clube' colocou pressão para o jogador se retratar. 

Na retratação, Maurício fez questão de dizer que apenas defendeu algo que acredita, assim como a comunidade lgbtqia+ também faz. "Todos que se sentiram ofendidos com minha opinião, por eu defender aquilo que eu acredito. Não foi minha intenção assim como vocês defendem aquilo que vocês acreditam, eu também tenho o direito de defender aquilo que eu acredito."

 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Mauricio Souza (@mauriciosouza17) 

O jogador ainda enfatizou que era apenas "sua opinião", "hoje estou pedindo desculpas por minha opinião ter ofendido alguém! Ter opinião e defender o que se acredita não é ser homofóbico nem preconceituoso! Desculpa mais uma vez", finalizou.

Muitos colegas de time da Seleção Brasileira , na qual ele também faz parte, se pronunciaram sobre o assunto e afirmaram ser contra os posicionamentos homofóbicos e desrespeitosos do jogador, entre eles, Douglas Souza.

 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Douglas Souza (@douglasouza)

 

William, campeão olímpico na Rio 2016 junto com Maurício Souza, disse por sua vez: "não compactuo com o posicionamento do Maurício Souza, sou contrário à [sic] manifestações preconceituosos, homofóbicas ou racistas".

Outro jogador a falar sobre o ocorrido foi o companheiro de time de Maurício, Maique Reis, afirmando que "Homofobia não é opinião".  Depois da pressão externa, o jogador foi demitido de seu clube atual. 

 
 
 
View this post on Instagram
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Maique Reis ???? (@maique.reeis)

Comentários

Últimas notícias