JUSTIÇA

Travis Scott é processado em R$11 bilhões por vítimas do Astroworld Festival

As autoridades de Houston ainda não apresentaram nenhuma acusação formal contra Travis Scott ou o festival, mas continuam a investigar os fatos que culminaram em uma multidão de pessoas se empurrando em direção ao palco onde o rapper se apresentava

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 18/11/2021 às 20:57 | Atualizado em 18/11/2021 às 20:58
Reprodução
Rapper Travis Scott, 27 anos - FOTO: Reprodução
Leitura:

Após a tragédia ocorrida durante show do rapper Travis Scott no início do mês, o artista continua a receber notificações de processos judiciais movidos contra ele. Um novo processo foi aberto pelo advogado Thomas J. Henry, informou nesta quinta-feira (18) o site The Wrap, pedindo aproximadamente US$ 2 bilhões (cerca de R$11 bilhões de reais) em danos.

O processo apresentado por Henry é uma emenda a um processo anterior, que agora representa 282 pessoas que estavam no show de Travis Scott, em Houston. Na terça-feira (16), um outro processo foi apresentado pedindo US$ 750 milhões de dólares (cerca de (R$4 bilhões de reais) pela firma Buzbee Law Firm.

Além de Travis Scott, ambas as ações citam Drake, Apple Music, Live Nation e outras empresas associadas ao festival Astroworld porque, de acordo com a lei americana, deve-se nomear todas as “partes em potencial”, já que os custos das indenizações podem ser divididos entre eles.

As autoridades de Houston ainda não apresentaram nenhuma acusação formal contra Travis Scott ou o festival, mas continuam a investigar os fatos que culminaram em uma multidão de pessoas se empurrando em direção ao palco onde o rapper se apresentava, o que ocasionou dez mortes e deixou mais de 300 pessoas feridas.

Comentários

Últimas notícias