Sem parar

Lilian Ribeiro detalha tratamento contra câncer de mama e fala sobre decisão de continuar trabalhando

A jornalista escolheu continuar na redação enquanto enfrenta a doença

Rakeche Nascimento
Rakeche Nascimento
Publicado em 07/12/2021 às 16:53
Foto: @renanbritespeixoto
Lilian Ribeiro fala sobre luta contra o câncer - FOTO: Foto: @renanbritespeixoto
Leitura:

Lilian Ribeiro, apresentadora da GloboNews, revela ao vivo luta contra câncer: 'é difícil, mas estou me tratando'; veja vídeo

Diagnosticada com câncer de mama, a jornalista Lilian Ribeiro falou sobre continuar trabalhando enquanto enfrenta o tratamento da doença. Em uma entrevista para a revista Quem, ela revelou que o tumor foi descoberto após o autoexame aos 37 anos de idade.

Hoje, ela é seguida por três vezes mais pessoas do que antes de falar sobre a situação, e o apoio tem sido essencial. "Às vezes, estou em um momento não tão bom de cansaço, sintomas chatos ou de tristeza e chega uma mensagem, oração ou prece", revela, reforçando a importância de boas palavras na vida de alguém.

Lilian contou, ainda, como decidiu mostrar sua mudança de visual, com a queda de cabelo por quimioterapia e a escolha de um lenço na cabeça. Após ter apoio total da direção do programa: "Decidi explicar de forma direta o meu visual para as pessoas e falar que era um momento difícil, mas que eu estava ali trabalhando", detalha.

Tratamento e trabalho:

 Lilian inicia a reta final da quimioterapia nesta semana. A jornalista destaca que tem contado com a colaboração da empresa para folgar nos dias em que sente mais os efeitos da medicação.

“O nosso combinado é o de que eu só trabalho se estiver me sentindo bem. Quando faço a quimio, folgo e descanso na semana. Faço as sessões a cada 14 dias. Aprendi que a gente precisa se respeitar, se observar e aceitar que, às vezes, não dá. É um autocuidado. Não faz sentido se obrigar a trabalhar quando não está bem, ainda mais na situação em que eu estou de tratamento. Não é para te fazer mal e o trabalho tem sido algo muito bom para mim porque o ambiente da redação tem muita troca de pauta e de assuntos diferentes. Sempre tem um colega que procura saber como está a minha saúde, mas não falamos só sobre esse tema. Isso me ajuda a continuar sendo a protagonista da minha história e não o câncer”, diz ela, que deve passar por uma cirurgia em fevereiro.

Siga o Social1 no Instagram, Facebook, Twitter e TikTok.

Comentários

Últimas notícias