CRIME

CASO KLARA CASTANHO: O que houve com a enfermeira que vazou informações da atriz e revelou gravidez? Entenda como está investigação

Enfermeira ameaçou vazar os dados de Klara Castanho e tentou vender informações sobre a gravidez da atriz

Paloma Xavier
Paloma Xavier
Publicado em 01/07/2022 às 20:21
@KLARAFGCASTANHO VIA INSTAGRAM
Informações sigilosas de Klara Castanho foram vazadas por uma funcionária do hospital onde ela realizou o parto - FOTO: @KLARAFGCASTANHO VIA INSTAGRAM
Leitura:

No último sábado, a atriz Klara Castanho teve dados médicos sigilosos vazados e foi obrigada a se pronunciar sobre o caso de violência sexual que sofreu e resultou em uma gravidez indesejada. A artista precisou se explicar em público sobre o caso e esclarecer seus motivos para colocar o bebê para adoção.

O caso chocou, ainda mais porque a atriz relatou que foi chantageada por uma enfermeira do hospital onde realizou o parto sobre o vazamento de suas informações, logo após o procedimento.

De acordo com a presidente do Conselho Federal de Enfermagem (Cofen), Betânia Maria dos Santos, disse à GloboNews, a enfermeira poderá perder o registro profissional devido à ameaça.

O Conselho Federal e o Regional de Enfermagem apuram a denúncia da atriz de que uma enfermeira teria a abordado ameaçando divulgar para a imprensa informações sobre a entrega para adoção do bebê fruto de um estupro.

No domingo (26), o Cofen declarou "profunda solidariedade à atriz Klara Castanho, que, após ser vítima de violência sexual, teve o seu direito à privacidade violado, durante processo de entrega voluntária para adoção, conforme assegura o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)".

O conselho disse também que, diante dos fatos, ordenou a apuração da ocorrência e "tomará todas as providências que lhe couber para a identificação dos responsáveis pelo vazamento de informações sigilosas pertinentes ao caso".

"Casos assim devem ser rigorosamente punidos, para que não mais se repitam. Da mesma forma, devem ser execrados comunicadores que deturpam a função social do jornalismo para destruir a vida das pessoas. Vida privada não é assunto público'", afirma no documento.

O Coren-SP destacou, também em nota, que compete ao conselho investigar situações em que haja infração ética praticada por profissional de enfermagem e adotar as medidas previstas no Código de Processo Ético dos Conselhos de Enfermagem.

O conselho afirma que "seguirá os ritos e adotará os procedimentos necessários para a devida investigação, como ocorre em toda denúncia sobre o exercício profissional. Assim, o Coren-SP ressalta a cautela necessária sejam tomadas as medidas corretas para a apuração dos fatos" e manifesta sua solidariedade à atriz.

"Tão logo venha a dispor das informações necessárias para a investigação, o Coren-SP reforça que todos os procedimentos para apuração serão devidamente realizados", finaliza.

Coren-SP abre investigação sobre caso de Klara Castanho

Na segunda-feira (27) o Coren-SP realizou uma visita ao hospital para fazer uma apuração dos fatos e identificação dos envolvidos, além de ter realizado uma devassa nos documentos da unidade. 

"Em relação ao suposto vazamento de informações sigilosas por profissional de enfermagem, o Coren-SP informa que compareceu à instituição de saúde na última segunda-feira e aguarda liberação de documentos internos para prosseguir com a apuração dos fatos e identificação dos envolvidos", informou o Conselho, em nota divulgada nesta terça (28).

O que diz o hospital sobre o caso?

Já o hospital onde Klara ficou internada, localizado na região metropolitana de São Paulo, comunicou que será aberta uma sindicância interna para investigar a denúncia feita pela atriz.

Na nota, divulgada no domingo (26), a instituição diz que "tem como princípio preservar a privacidade de seus pacientes bem como o sigilo das informações do prontuário médico. O hospital se solidariza com a paciente e familiares e informa que abriu uma sindicância interna para a apuração desse fato".

Com informações do g1.

Veja também: após críticas, Antônia Fontenelle grava vídeo oferecendo ajuda para Klara Castanho

@klarafgcastanho via Instagram
Klara Castanho afirmou que engravidou após estupro e doou bebê - FOTO:@klarafgcastanho via Instagram

Últimas notícias