ENVELHECIMENTO

O que são bioestimuladores de colágeno? Conheça as vantagens do método que proporciona aparência mais jovem e natural para o rosto

Os bioestimuladores de colágeno permitem a restauração de volumes e contornos perdidos no processo de envelhecimento

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 13/05/2022 às 19:48
wavebreakmedia_micro / Freepik
Bioestimuladores de colágeno são estratégias para melhorar o aspecto da pele e efeitos do envelhecimento - FOTO: wavebreakmedia_micro / Freepik
Leitura:

Os preenchedores faciais são um dos métodos mais procurados para melhorar a estética facial, a fim de proporcionar uma face mais jovial e natural.

O método permite a restauração de volumes e contornos perdidos no processo de envelhecimento, que provoca diminuição gradativa da síntese de colágeno, resultando em uma pele mais fina e elástica.

O que são bioestimuladores de colágeno?

“Os Bioestimuladores de Colágeno estão ficando cada vez mais conhecidos, e o procedimento busca estimular o colágeno da região onde as substâncias são aplicadas para melhorar o aspecto da pele e te deixar com uma aparência mais jovem”, explica a especialista em harmonização facial, cirurgiã dentista e biomédica esteta Denise Santana.

Além disso, os bioestimuladores são excelentes aliados no tratamento contra a flacidez e o aparecimento de rugas, já que eles ajudam a retardar o envelhecimento da pele.

Quais os principais benefícios dos bioestimuladores de colágeno?

Com o passar dos anos a velocidade do envelhecimento vai aumentando e isso, muitas vezes, pode gerar desconforto para muitas pessoas. Mas, com o uso dos bioestimuladores de colágeno, o produto atua efetivamente na prevenção desse envelhecimento, trazendo assim o rejuvenescimento para o rosto.

Além disso, os bioestimuladores promovem o efeito lifting, melhoram a textura da pele, retarda o envelhecimento e causa o espessamento da pele em cerca de 50%.

Os bioestimuladores de colágeno são invasivos?

Depende. A aplicação de bioestimuladores de colágeno no rosto é um procedimento considerado minimamente invasivo.

De acordo com a especialista, esse tipo de procedimento revolucionou o tratamento para o rejuvenescimento facial, expandindo seu conceito para não apenas tratar das linhas finas e rugas, passando a incluir a correção da perda de volume e o aumento da face envelhecida.

Dentre os preenchedores faciais, os bioestimuladores ganharam popularidade no mercado dermatológico, tendo como principal objetivo melhorar o aspecto cutâneo.

O procedimento age de forma ativa nas camadas mais profundas da pele, devolvendo o volume facial perdido através do estímulo à formação de novo colágeno dérmico. “Por isso os produtos não são aplicados diretamente nas rugas, sulcos ou linhas, e sim nas áreas côncavas e com sombras que perderam gordura, buscando um tratamento tridimensional, atuando na perda de volume”, salienta a especialista.

Quanto tempo dura a aplicação de bioestimuladores?

Os bioestimuladores são classificados quanto à durabilidade e a absorção pelo organismo, existindo os absorvíveis, que tem sua absorção pelo próprio organismo mais rápida, através de mecanismos fagocitários naturais; e semipermanentes, que possuem duração entre 18 meses e 5 anos.

“Existem excelentes opções com características únicas, que devem ser escolhidos de acordo com a individualidade de cada paciente, levando em consideração o local de tratamento, a experiência do profissional com o produto, a expectativa do paciente com relação aos resultados, tempo para obtenção do resultado, e outras variáveis”, finaliza Denise Santana.

Comentários

Últimas notícias