SEXUALIDADE

Estudo recomenda prescrição médica de vibradores para mulheres; entenda

Pesquisadores apontaram benefícios a saúde atrelados ao uso regular de vibradores

Lívia Maria
Lívia Maria
Publicado em 27/05/2022 às 9:42
cottonbro / Pexels
Vibradores devem ser prescritos para fins terapêuticos, aponta estudo - FOTO: cottonbro / Pexels
Leitura:

Há quem considere os vibradores dos melhores amigos de uma mulher. Agora, todavia, os vibradores podem entrar na lista das terapias a serem prescritas para mulheres, segundo recomendação de pesquisadores do Cedar-Sinai Medical Center, nos Estados Unidos.

Segundo o estudo, publicado na revista The Journal of Urology, o uso regular de vibrador apresenta benefícios à saúde pélvica, o que tornaria o aparelho um dispositivo terapêutico, além de um brinquedo sexual.

A masturbação feminina ainda é um tabu e tema de diversas pesquisas que já apontaram para os benefícios da prática em relação à saúde mental e física. Porém, o uso de vibradores para a masturbação não era o foco das pesquisas.

Os cientistas do Cedar-Sinai Medical Center, liderados por Alexandra Dubinskaya, revisaram o banco de dados e estudos sobre o assunto, encontrando apenas 21 artigos que cumpriram os critérios pré-estabelecidos para o estudo.

Após análise criteriosa, os estudiosos encontraram diversos benefícios para a saúde com o uso de vibradores, entre eles: melhoria na saúde do assoalho pélvico, redução da dor vulvar, melhorias na saúde sexual, melhorias na incontinência urinária e aumento da força muscular do assoalho pélvico.

Além dos benefícios apontados, a pesquisa também concluiu que o uso de vibradores reduz o tempo que a mulher leva para alcançar o orgasmo e aumenta a possibilidade dela atingir orgasmos múltiplos, o que pode ter relação direta com a diminuição do estresse e melhora da saúde sexual.

Com os resultados em mãos, os pesquisadores sugerem que médicos especialistas em medicina pélvica feminina e outros profissionais passem a prescrever vibradores para suas pacientes, tendo em vista os benefícios associados ao uso dos aparelhos.

https://jc.ne10.uol.com.br/social1/mulher/2022/05/15008496-mes-da-masturbacao-25-anos-depois-de-proclamado-masturbacao-feminina-ainda-e-tabu-na-sociedade.html

Comentários

Últimas notícias