17
out

Medina perto do bi-mundial

17 / out
Publicado por Alexandre Gondim às 12:10

Gabriel Medina entra de vez na disputa do título de campeão do circuito mundial da WSL 2017. Ele saltou da oitava para a terceira posição com a recente vitória no Quiksilver Pro, na França.

A multidão que lotou a praia La Graviere no sábado, viu Medina despachar John John Florence com um aéreo incrível que só tinha sido realizado outras duas vezes na historia do circuito, chamado de Sushi Roll, durante as semifinais. Já era de se imaginar que ele iria realizar terceira final consecutiva em Hossegor.
Com o título em sua quinta decisão na etapa francesa do World Surf League Championship Tour, Biel saltou da oitava para a quarta posição no ranking e entra na briga do título mundial nesta reta final da temporada. O próximo desafio já começa nesta sexta-feira,20/10 em Portugal.
“Estou muito feliz, pois trabalhei bastante antes desse evento e é muito bom ganhar novamente aqui. Este é um lugar realmente especial para mim”, disse Gabriel Medina. “Foi um evento ótimo, com boas ondas todos os dias. Não estou pensando em ranking ou título mundial, eu só quero fazer o meu melhor em todos os eventos. Eu prometi a mim mesmo que eu tinha que ganhar um evento este ano e finalmente consegui”.
“É sempre muito bom para mim voltar aqui para França”, confinou Gabriel Medina. “Eu adoro este tipo de beach break, com ondas fortes. São parecidas com as que tenho em casa em Maresias, São Sebastião-SP, então me sinto muito confortável aqui. Esta é minha terceira vitória aqui e isso é incrível. Fico feliz por ter chances agora de conseguir o título mundial e agora é focar em Portugal. Todo mundo começa do zero lá, então vamos com tudo para tentar outro bom resultado lá”.
As baterias entre John John Florence e Gabriel Medina, fazendo uma análogia com o futebol, é o grande clássico do surfe mundial sobre ela John John falou:
“Foi uma bateria boa, muito divertida e é sempre interessante competir contra o Gabe (Medina). Eu cometi alguns erros nas ondas que surfei no início da bateria e isso me custou caro. Mas, não me abati e acabei conseguindo surfar algumas ondas boas na bateria. Agora vamos para Portugal e estou muito confiante para buscar outra vitória lá. As ondas aqui na França estavam incríveis e espero que lá também seja assim”.
Será que Medina não pensa no título!!!!!!!!! É o que veremos, acompanhe o desenrolar dos fatos aqui no BLOG DO SURFE.
Abaixo os melhores momentos do último dia de competição:


Veja também