28
out

Fôlego para o metrô do Recife

28 / out
Publicado por Roberta Soares às 16:47

 

Fotos: JC Imagem
Fotos: JC Imagem

 

Depois de quase suspender a operação, o metrô do Recife ganhou um fôlego. Na manhã desta sexta-feira o ministro das Cidades, Bruno Araújo (PSDB-PE), anunciou a liberação de R$ 61 milhões para o sistema metroviário, que transporta 400 mil passageiros por dia com duas linhas. A maior parte do valor será gasta na aquisição de 1,3 mil novas câmeras de segurança e na criação de uma central de monitoramento. O restante do dinheiro será usado para reparos no sistema de energia e nos equipamentos de manutenção, o grande causador das quebras. Atualmente, o metrô do Recife conta com apenas 375 câmeras.

“Com as novas câmeras poderemos ter uma cobertura completa no metrô. Vamos atuar de forma preventiva para garantir a segurança dos usuários. É o primeiro e mais importante passo para mudar as coisas”,

Leonardo Villar Beltrão, superintendente da CBTU em PE

 

Foto: André Nery/JC Imagem
Foto: André Nery/JC Imagem

“Conseguimos recompor o orçamento e garantir a liberação desses recursos, que vão representar uma expressiva melhoria na operação do metrô do Recife”, afirmou Bruno Araújo. Em maio, quando o ministro assumiu, o sistema metroviário da Região Metropolitana do Recife estava ameaçado de parar ou, pelo menos, reduzir drasticamente a operação. Foi Bruno Araújo quem conseguiu dar um socorro imediato para garantir a manutenção da operação e prometeu buscar recursos.

Na verdade, os R$ 61 milhões já estavam previsto no PAC da Mobilidade, garantidos ainda na gestão da ex-presidente Dilma Rousseff. Bruno Araújo conseguiu viabilizar sua liberação e permitir que seja usado, principalmente, como investimento em segurança. A princípio, o recurso iria para a infraestrutura do sistema.

LEIA MAIS
O metrô do Recife sustenta o ônibus e esse é um dos problemas da falta de recurso – diz superintendente
“Metrô do Recife não sustenta o ônibus”, diz gestor do transporte público da Região Metropolitana do Recife
Novo TI Joana Bezerra resgata a dignidade, também, do metrô do Recife
“Com as novas câmeras poderemos ter uma cobertura completa no metrô. Vamos atuar de forma preventiva para garantir a segurança dos usuários. É o primeiro e mais importante passo para mudar as coisas”, comemorou o superintendente da CBTU, Leonardo Villar Beltrão.

Em junho deste ano, a CBTU advertiu que não teria condições de manter o sistema metroviário em funcionamento a partir de julho devido ao contingenciamento da verba prevista e aprovada pela Lei Orçamentária Anual (LOA). Na ocasião, também em visita ao Recife, o ministro Bruno Araújo, adiantou que conseguiu parte dos recursos que tinham sido segurados pelo Decreto nº 8.700, de 30 de março de 2016, e garantiu o sistema em atividade até outubro.


Veja também