14
jul

MPPE denuncia péssimas condições do Hospital Veterinário do Recife

14 / jul
Publicado por Raphael Guerra às 6:48

Vistoria no Hospital Veterinário identificou situação precária. Foto: Andréa Rego Barros/PCR

Mesmo inaugurado com pelo menos três anos de atraso, o Hospital Veterinário do Recife ainda não está em pleno funcionamento. Na verdade, segundo avaliação do Ministério Público de Pernambuco (MPPE), a unidade mal conta com o básico para fazer os atendimentos aos cães e gatos. Uma vistoria técnica realizada pelo Centro de Apoio Operacional às Promotorias do Meio Ambiente confirmou as péssimas condições do hospital, denunciadas pelos donos dos animais desde os primeiros dias da inauguração – há um mês.

“Constatamos um odor forte vindo da recepção, onde ficam os animais, além do lugar não oferecer ventilação. A vacinação não estava funcionando e o bloco cirúrgico não tem impermeabilização, o raio-X estava inoperante e nos banheiros faltavam itens básicos”, detalhou Maria do Rozário Malheiros, uma das servidoras responsáveis pela fiscalização. Além disso, também se verificou a falta de medicamentos básicos.

Por conta das denúncias, uma audiência com representantes da Prefeitura do Recife foi realizada nessa quinta-feira (13) na sede do MPPE. “Devido ao acúmulo de reclamações sobre o funcionamento do hospital, o MPPE enviou servidores ao local a fim de averiguar as denúncias, como falta de maquinário essencial para o funcionamento da unidade de saúde, difícil acesso através de transporte público e a falta de profissionais no hospital. A inauguração da unidade foi uma grande conquista, mas há muito que ainda deve ser feito”, relatou o promotor de Justiça de Defesa do Meio Ambiente da Capital, Ricardo Coelho.

O promotor afirmou que, caso o município não promova as adequações necessárias para o pleno funcionamento do Hospital Veterinário do Recife, diante das irregularidades apontadas na vistoria do MPPE, poderá adotar as medidas extrajudiciais e judiciais cabíveis.

Sem prazo para melhorias

Na audiência, o gerente-geral de Gestão da Prefeitura do Recife, João Marcelo Figueiredo, informou que a Prefeitura pretende realizar a inauguração da segunda parte dos serviços oferecidos pelo hospital, além de uma seleção simplificada para contratar mais veterinários. Sobre a acessibilidade do hospital, que se localiza no bairro do Cordeiro, ele rebateu as alegações e informou que a unidade “está situada em um lugar central do Recife, para quem vem de diversas áreas”. O representante da Procuradoria do Município do Recife informou que as questões básicas ressaltadas na vistoria seriam resolvidas no dia a dia, mas não estipulou uma previsão para corrigir as falhas apontados pelo relatório do MPPE.

Em nota oficial, na manhã desta sexta-feira, a assessoria da Secretaria Executiva de Direitos dos Animais informou que todos os questionamentos feitos pelo MPPE foram respondidos em audiência.

Entenda o caso

Inaugurado na primeira semana de junho, o Hospital Veterinário do Recife teve problemas de atendimento relatados por vários internautas e usuários através de redes sociais, com postagens e vídeos. Em alguns casos, a população alegou não teve sua entrada permitida, tendo sido informada que o atendimento seria apenas com agendamento prévio.

Leia também

Sem fiscalização, flanelinhas cobram até R$ 10 por vaga na rua no Centro do Recife

5 Policiais punidos por denunciarem problemas no IML

Polícia descobre plano para resgatar acusados de roubo à Brinks, no Recife

 

 


Veja também