18
fev

Com Neymar de volta, PSG encara Dortmund nas oitavas da Liga dos Campeões

18 / fev
Publicado por Marcos Leandro às 6:15

 

POR ESTADÃO CONTEÚDO

No começo das oitavas de final da Liga dos Campeões, o PSG (com Neymar relacionado), visita o Borussia Dortmund às 17h desta terça (18) e tenta superar o trauma das oitavas, barreira que parou o time nos últimos três anos na Champions League. Em 2017, o time caiu diante do Barcelona tomando uma virada histórica por 6×1 (o jogo de ida havia sido 4×0). No ano seguinte, duas derrotas para o Real Madrid. Em 2019, o PSG levou nova virada, agora diante do Manchester United.

Na temporada, o time chega embalado. Apesar do tropeço na última rodada do Campeonato Francês, o time está folgado na liderança.
Diante do Amiens, time que está lutando contra o rebaixamento, o gigante parisiense teve grandes dificuldades, ficou duas vezes em desvantagem no marcador (2×0, 3×1), chegou a virar o placar, mas sofreu o gol de empate por 4×4. O tropeço não trouxe consequências em sua luta pelo título. A vantagem é de dez pontos em relação ao Olympique de Marselha, segundo colocado (62 a 52).

Na prática, o título nacional tem importância muito pequena para o PSG, cuja obsessão é a conquista do título da Champions. Na primeira fase, ficou na liderança do Grupo A com 16 pontos (cinco vitórias e um empate). Depois de ser poupado no empate por 4×4, Mbappé é retorno certo.

 

INA FASSBENDER / AFP

 

O Borussia Dortmund vive um momento de oscilações. O time caiu precocemente na Copa da Alemanha e se afastou da primeira colocação do Campeonato Alemão. A falta de regularidade tem comprometido os objetivos da temporada.

O treinador Lucien Favre perdeu Julian Brandt e Marco Reus, o jogador mais criativo da equipe. Ele é peça fundamental da equipe e vinha sendo o arco para a flecha norueguesa Haaland, o atacante contratado pelo Dortmund na janela de transferências de inverno que fez uma gigantesca diferença na produção ofensiva.

Mesmo sem Reus, o Dortmund obteve um resultado expressivo na última rodada pelo Campeonato Alemão. Em casa, o time goleou o Eintracht Frankfurt por 4×0, mantendo a terceira posição. Com 42 pontos, está quatro atrás do líder Bayern de Munique. O time ainda não perdeu em seu estádio no Campeonato Alemão.

 

VEJA A ANÁLISE DOS DUELOS NO PODCAST LIGA DO ESCRETE DA RÁDIO JORNAL

 

NA ESPANHA

Com o título do Campeonato Inglês bem encaminhado, o Liverpool inicia nesta terça-feira (18) sua tentativa de defender o título da Liga dos Campeões. Mas que o status de atual campeão, o time inglês carrega a imagem de time a ser batido no futebol europeu. O adversário é o Atlético de Madrid, no estádio Wanda Metropolitano, em Madri, a partir das 17h (horário de Brasília). A volta será em Anfield Road, no dia 11 de março.

A equipe de Jurgen Klopp possui um estilo de jogo consolidado, entrosado e eficiente. Na Premier League, o time ostenta a segunda maior sequência invicta da história do torneio. Conquistou 76 pontos dos 78 possíveis e assegurou com 12 rodadas de antecipação a classificação para edição 2020/2021 da Champions League. São 25 pontos de vantagem sobre o Manchester City, segundo colocado. As principais dúvidas são quantos recordes ainda serão quebrados até o final da temporada. O título está praticamente certo.

 

 

O técnico Jurgen Kloop escalou equipes reservas na Copa da Liga da Inglaterra e na Copa da Inglaterra. Na primeira fase, o Liverpool foi o primeiro colocado do Grupo E com 13 pontos. Com essa boa campanha, a equipe pode poupar atletas e planejar seus compromissos para a Liga dos Campeões. O time deve ter o regresso de Fabinho e Joel Matip depois de longas ausências.

O Atlético de Madrid encontrou inúmeras dificuldades para superar a fase de grupos. Precisou suar até a última rodada para garantir a segunda colocação da chave D com a vitória, por 2×0, sobre o Lokomotiv Moscou, em casa, o que lhe permitiu alcançar dez pontos. Foram seis a menos que a líder Juventus.

 

JOSE JORDAN / AFP

 

A campanha reflete as oscilações da temporada. O time foi eliminado de forma precoce da Copa do Rei da Espanha pelo pequenino Leonesa, da terceira divisão, e perdeu a Supercopa da Espanha para o Real Madrid. A equipe ainda não conseguiu se recuperar da saída do francês Antoine Griezmann. Por outro lado, o português João Félix, contratado por 120 milhões, não está cumprindo as expectativas.

O técnico Diego Simeone também vive um período de pressão. Ele recebeu altos investimentos para contratações nos setores de meio-campo e ataque, mas o time cria pouco. No sábado passado, empatou por 2×2 com o Valencia depois de estar ganhando por 2x 0. Com 40 pontos, a equipe ocupa a quarta colocação no Campeonato Espanhol.

publicidade


Veja também