Blog O Viral
O Viral

Se tem um repórter que não vive sem pauta, é o Viral. De notícias curiosas às novidades do seu seriado ou filme favorito, tá tudo aqui.

VER PERFIL
BATALHA

Vovó faz sucesso ao trabalhar como Uber todos os dias

Maria Albina Oliveira não tem a mínima intenção de parar com o trabalho profissional

Maria Luísa Fernandes
Cadastrado por
Maria Luísa Fernandes
Publicado em 26/11/2021 às 12:25
Reprodução/Arquivo Pessoal
Aos 73 anos, Maria Albina se torna motorista de Uber - FOTO: Reprodução/Arquivo Pessoal
Leitura:

A história da idosa Maria Albina Oliveira, de 73 anos, viralizou bastante nas redes sociais. Conhecida como a "vovó do Uber", ela trabalha todos os dias na cidade de Santos, no litoral de São Paulo. Motorista de aplicativo há três anos.

Em entrevista ao Tilt UOL, ela conta que seu gosto por aventuras nunca tem um fim, e cada viagem com os seus clientes, realizada no seu Mobi preto, na qual costuma chamar carinhosamente de "meu neguinho", é uma história diferente. 

História da Vovó do Uber

Maria Albina conta que já chegou a fazer de tudo durante a vida. Nascida em Portugal, nascida em uma aldeia com 3.700 habitantes, chamada Murtosa, localizada na região de Aveiro. A portuguesa veio com família para o Brasil quando ainda era criança. A família acabou escolhendo como moradia Santos, na Baixada Santista. 

Já no Brasil, chegou a aprender corte e costura quando tinha somente 12 anos, trabalhou com um famoso estilista e também foi corretora de imóveis. Maria teve os seus três filhos e se casou três vezes. Atualmente, se tornou motorista de Uber e conta que não tem a mínima vontade de parar com o seu trabalho. 

A "Vovó do Uber", explica que o trabalho é o que lhe dá forças para continuar vivendo com muita disposição. Ainda mais porque, no seu caso, ele é exercido de forma livre e totalmente espontânea.

 

Maria Albina segue uma rotina de trabalho todos os dias: sai de casa para trabalhar no horário da manhã, das 7h às 10h, e depois trabalha durante a tarde, das 16h às 20h.

Sua carteira de motorista foi tirada no ano de 1968, quando completou os seus 20 anos de idade. Depois desse dia, ela nunca mais deixou de dirigir, mas essa ainda é a primeira vez trabalhando profissionalmente.

"Já fiz de tudo nessa vida. Andei de helicóptero, de iate, de avião, de veleiro, de trem. Eu já fui motoqueira também. Eu tinha uma Honda 900, com ela fui com meu namorado andar de moto na chuva forte. Eu abria os braços, era uma delícia, uma sensação de liberdade indescritível. Eu gosto de aventura, apesar de hoje estar mais quietinha". 

Sem apoio da família

Maria também comentou que quando decidiu trabalhar como motorista de aplicativo, seus filhos Valdir, 44 anos, Nicolas, 43 e Cláudia, 48, passaram a rir dela. 

"Eles achavam que eu ia desistir na primeira semana. Principalmente porque eu não sou uma mulher muito ligada em tecnologia. Realmente, as primeiras semanas foram muito difíceis para mim. Eu mal sabia mexer no WhatsApp. Também não imaginava como era complicado mexer no GPS", contou Maria, lembrando que já foi parar em muitos lugares desconhecidos por conta do próprio GPS. 

 A história da "Vovó do Uber" chamou bastante atenção das pessoas na internet.

Informações: Tilt UOL. 

Comentários

Últimas notícias