Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

RETROSPECTO

Em três passagens pelo Náutico, Hélio dos Anjos sofreu apenas duas derrotas nos Aflitos

Histórico do comandante dirigindo o Timbu em casa é positivo

LOURENÇO GADÊLHA
LOURENÇO GADÊLHA
Publicado em 17/06/2021 às 16:13
Notícia
ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
DESCANSO Técnico Hélio dos Anjos valoriza o período sem partidas para os atletas recuperarem a mente e o corpo - FOTO: ALEXANDRE GONDIM/JC IMAGEM
Leitura:

O Náutico começou a Série B do Campeonato Brasileiro atropelando todos os adversários que encontrou pela frente. Nos primeiros quatro jogos, venceu CSA e Vila Nova em casa, além de Vitória e Guarani longe do Recife. De volta aos Aflitos mais uma vez, o técnico Hélio dos Anjos se apega ao próprio retrospecto positivo no estádio como mandante para vencer o Botafogo no próximo domingo (20), às 16h, pela 5ª rodada da competição. Isso porque durante as três passagens pelo clube alvirrubro, ele só foi derrotado no Eládio de Barros Carvalho apenas duas vezes. 

No momento, o Náutico está a 20 jogos sem perder como mandante. A última derrota aconteceu no dia 12 de outubro de 2020, quando o Timbu perdeu para a Ponte Preta, ainda com Gilson Kleina no comando, que viria a ter mais dois empates em casa contra Cruzeiro e Avaí antes de deixar o clube. Além desses dois jogos com o ex-técnico, Hélio dos Anjos comandou o clube alvirrubro em 18 partidas nos Aflitos, com 13 vitórias e cinco empates, além de 35 gols marcados e 10 sofridos. Nesse recorte de invencibilidade, ainda teve um jogo na Arena de Pernambuco, onde o Timbu bateu o Santa Cruz por 2x1 na semifinal do Pernambucano.

O desempenho jogando nos próprios domínios é um divisor de águas para colocar o Náutico nas cabeças, conquistando o Estadual e liderando a Série B nesses primeiros quatros jogos. E muito desse retrospecto citado anteriormente deve-se também ao histórico positivo que Hélio dos Anjos possui nas três passagens que comandou o Timbu nos Aflitos. Com o clube alvirrubro, foram 34 jogos no Eládio de Barros Carvalho, com 25 vitórias, sete empates e apenas duas derrotas.

Essa relação entre Hélio dos Anjos, Náutico e Aflitos começou em 1993, quando o treinador aportou no Recife ainda jovem, com 35 anos, no início da carreira como técnico. No Timbu, ele chegou com a missão de comandar o clube na Série A após o insucesso na final do Pernambucano contra o Santa Cruz, no Arruda. Naquela temporada, foram 14 jogos com o Náutico, sendo sete em casa, com quatro vitórias, dois empates e uma derrota para o Vitória-BA, por 2x0. No geral, o clube alvirrubro fez uma campanha mediana, caindo ainda na primeira fase, onde foi o 19º dos 32 participantes com 14 pontos somados nos 14 jogos.

Já na segunda passagem, em 2006, foram apenas sete jogos, sendo quatro nos Aflitos, onde ele chegou como um bombeiro para buscar o acesso que havia sido pavimentado pelo ex-técnico Paulo Campos. Ainda assim, em casa, Hélio dos Anjos venceu todos as partidas que tinha por disputar contra Marília, São Raimundo e Gama, sacramentando a subida no confronto contra o Ituano. O resultado, na penúltima rodada da Série B, levou o Timbu de volta à elite do futebol brasileiro depois de 12 anos. 

De contrato renovado, Hélio seguiu em 2007, mas a relação não durou muito, já que ele pediu para deixar o clube no dia 8 de março após receber uma proposta da Arábia Saudita. Naquele ano, foram seis jogos nos Aflitos, com cinco vitórias e uma derrota para o Sport, a segunda e última do técnico sob o comando do Náutico no Eládio de Barros Carvalho. De lá para cá, na passagem que iniciou em 2020 e segue na atual temporada, o comandante não foi mais derrotado jogando nos próprios domínios. 

JOGOS NOS AFLITOS SOB O COMANDO DE HÉLIO DOS ANJOS NO NÁUTICO:

1993

Náutico 2x1 Santa Cruz
Náutico 0x2 Vitória
Náutico 0x0 Goiás
Náutico 1x0 Remo
Náutico 3x1 Fortaleza
Náutico 0x0 Paysandu
Náutico 2x1 Ceará

2006

Náutico 2x1 Marília
Náutico 5x1 São Raimundo
Náutico 1x0 Gama
Náutico 2x0 Ituano

2007

Náutico 4x1 Serrano
Náutico 3x2 Porto
Náutico 3x2 Belo Jardim
Náutico 0x1 Sport
Náutico 6x0 Parnahyba (Copa do Brasil)
Náutico 6x0 Ypiranga

2020

Náutico 0x0 Vitória
Náutico 2x0 Guarani
Náutico 1x0 Brasil de Pelotas
Náutico 1x0 Sampaio Corrêa
Náutico 2x0 Cuiabá
Náutico 2x1 Paraná
Náutico 0x0 América-MG
Náutico 4x1 Oeste
Náutico 1x1 CSA

2021

Náutico 5x0 Central
Náutico 3x1 Vera Cruz
Náutico 4x1 Vitória das Tabocas
Náutico 2x1 Santa Cruz
Náutico 2x2 Afogados da Ingazeira
Náutico 1x1 Sport
Náutico 1x0 CSA
Náutico 2x0 Vila Nova

* Em itálico, as únicas derrotas de Hélio dos Anjos comandando o Náutico nos Aflitos.

Comentários

Últimas notícias