Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

CONSELHO DELIBERATIVO

Mário Godoy tira licença da presidência do Conselho Deliberativo do Santa Cruz e prepara renúncia definitiva

Dentro de fora de campo, o Santa Cruz vive momentos de crise

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 19/07/2021 às 18:15
Notícia
REPRODUÇÃO
Mário Godoy foi eleito presidente do Conselho Deliberativo do Santa Cruz em eleições realizadas em fevereiro deste ano. - FOTO: REPRODUÇÃO
Leitura:

Apesar das negativas dadas no início desta segunda-feira (19), Mário Godoy está, sim, se licenciando da presidência do Conselho Deliberativo do Santa Cruz. Por meio de um ofício direcionado a Joaquim Bezerra, presidente do clube, André Frutuoso, vice-presidente e Marino Abreu, vice-presidente do Conselho, Mário anunciou a licença e informou que, enquanto estiver afastado, vai preparar uma renúncia definitiva.

O pedido de licença de Godoy, que antecipa uma renúncia ao cargo, é resultado de pressão da torcida e muita cobrança, além de ameaças. O Santa vive um crise política densa, acompanhada de um péssimo momento no futebol. Mário Godoy é conselheiro do clube desde 2018 e passou a ser presidente na atual gestão, eleita em fevereiro deste ano. 


"Trabalhei arduamente e me dediquei para fazer o melhor pelo clube, porém, hoje, dentre tantas ameaças à minha vida e à integridade física, anuncio que estou me licenciando por 90 dias, tanto do cargo de presidente do Conselho, como conselheiro do Santa Cruz. Neste período irei organizar a minha renúncia definitiva da presidência do Conselho, que deverá ocorrer em breve", escreveu em trecho do comunicado.

No fim da tarde desta segunda-feira, por meio de um comunicado publicado no site oficial, o Santa Cruz também confirmou a licença de Godoy. 

O Santa Cruz é o lanterna da Série C e precisa de uma campanha milagrosa para não ser rebaixado para a quarta divisão do Campeonato Brasileiro. O clube coral ainda vive problemas financeiros. A pressão da torcida é outra questão chave neste momento conturbado. Um exemplo foi a repercussão negativa que a troca do fornecedor de materiais, que era a Cobra Coral (marca própria), para a Volt gerou.

Comentários

Últimas notícias