Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

CAMPINAS

De virada, Náutico vence a Ponte Preta no Moisés Lucareli e segue vivo na luta pelo G-4

Foi a terceira vitória seguida dos pernambucanos (Operário-PR e Goiás foram as anteriores), que alcançaram os 44 pontos e seguem na briga pelo acesso à Primeira Divisão

Marcos Leandro
Marcos Leandro
Publicado em 16/10/2021 às 17:56
Notícia
DENNY CESARE / ESTADÃO CONTEÚDO
ARTILHEIRO Caio Dantas mostrou oportunismo após falha do zagueiro da Ponte e marcou o primeiro gol alvirrubro no jogo - FOTO: DENNY CESARE / ESTADÃO CONTEÚDO
Leitura:

O Náutico confirmou seu bom momento da Série B do Campeonato Brasileiro. Neste sábado (16), o Timbu venceu a Ponte Preta por 3x2, de virada, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas, pela 30ª rodada da competição. 

Já pensou se um clube pernambucano fosse comprado por um bilionário? Especialistas comentam; veja

Foi a terceira vitória seguida dos pernambucanos (Operário-PR e Goiás foram as anteriores), que alcançaram os 44 pontos e seguem na briga pelo acesso à Primeira Divisão. O alvirrubro está em nono lugar, seis pontos a menos do que o Avaí, que fecha o G-4 e tem 50 pontos - o time catarinense ainda joga neste sábado, às 21h, contra o Confiança.  

Veja ligação de Hélio dos Anjos, técnico do Náutico, com novo dono do Newcastle

Náutico define data para eleição; veja os possíveis candidatos

A Ponte, que segue ameaçada de rebaixamento, abriu o placar com Marcos Júnior. Caio Dantas empatou, mas Rodrigão colocou a Macaca em vantagem ainda no primeiro tempo. Murillo igualou tudo no começo da etapa complementar e Rafael Ribeiro virou na sequência. Foi uma ducha de água fria para a torcida da Ponte, que durante 583 dias ficou sem comparecer aos jogos do time no Moisés Lucarreli em virtude da pandemia da covid-19. O público total foi de 2.732.

O Timbu volta a campo no próximo domingo (24), às 16h, contra o Vasco nos Aflitos. No mesmo dia e horário a Ponte Preta visita o Remo no Baenão.

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter

PRIMEIRO TEMPO

Com dois desfalques importantes, o volante Rhaldney e o atacante Vinícius (ambos suspensos), Hélio dos Anjos optou por escalar Djavan ao lado de Matheus Jesus e Jean Carlos no meio de campo. No setor ofensivo, a aposta foi no equatoriano Jacob Murillo junto com Jailson e Caio Dantas. Na Ponte Preta, Gilson Kleina, que passou pelo Timbu no ano passado, contou com os retornos do goleiro Ivan, do zagueiro Rayan e do atacante Rodrigão. 

No embalo da torcida, o time campineiro começou pressionando o alvirrubro. O lado esquerdo era o mais acionado, aproveitando a velocidade do atacante Moisés. 

Já a primeira boa chegada do Náutico veio aos 19. Após passe de Jean Carlos, Djavan arriscou de fora da área, obrigando Ivan a fazer boa defesa. Logo depois, aos 22, o Timbu chegou bem perto de abrir o placar. Jean Carlos cobrou escanteio e Rafael Ribeiro cabeceou a bola no travessão. 

ÁLVARO JR/PONTE PRESS
Ponte Preta x Náutico, pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. - ÁLVARO JR/PONTE PRESS

Mas foi a Macaca que chegou ao gol aos 32 minutos. Após rápida batida de falta ainda no campo defensivo, pegando a defesa alvirrubra desprevenida, Rafael Santos cruzou e Camutanga cortou para o meio da área. Marcos Júnior agradeceu o "presente" e acertou o canto do goleiro Anderson: 1x0.

Porém, o Náutico não demorou a reagir e empatou aos 39. Pressionado a saída de bola, Hereda avançou pela direita e, após rebatida da defesa, André Luiz furou de forma bisonha e a bola sobrou para Caio Dantas. O atacante não perdoou e colocou com categoria na saída de Ivan: 1x1. Foi o terceiro gol seguido do camisa 99, que já tinha marcado contra Operário-PR e Goiás. 

Mesmo jogando fora de casa, o time pernambucano teve 59% de posse de bola, contra 41% dos donos da casa na etapa inicial. Contudo, a Ponte finalizou mais (16 a 6) e conseguiu ir para o intervalo em vantagem. Após acertar a trave depois de cobrança de falta, Rodrigão colocou os paulistas na frente de novo aos 46. Após escanteio, o goleiro Anderson ficou perdido na jogada e o centroavante cabeceou para o fundo da rede: 2x1. 

ÁLVARO JR/PONTE PRESS
Ponte Preta x Náutico, pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. - ÁLVARO JR/PONTE PRESS

SEGUNDO TEMPO

Para o segundo tempo, nem Gilson Kleina nem Hélio dos Anjos mexeram nas respectivas equipes. E, outra vez, a Ponte começou melhor. Rodrigão, aos 15 segundos, chutou a bola raspando a trave. A resposta do Náutico, porém, foi fatal. Jean Carlos dominou no meio de campo e acionou Murillo em velocidade. O equatoriano, mesmo a bola no caminho desviando em Caio Dantas, tocou na saída de Ivan: 2x2 aos cinco minutos. Foi o primeiro gol de Murillo com a camisa alvirrubra.  

Iguais no placar, Ponte Preta e Náutico também mexeram ao mesmo tempo e em dose dupla. Camutanga e Djavan deixaram o gramado para as entradas de Yago e Matheus Trindade. No time campineiro, Richard e André Luiz foram substituídos por Yago Henrique e Iago respectivamente.

E não demorou para o Timbu ficar pela primeira vez na frente do placar. Jean Carlos cobrou escanteio mais aberto e Rafael Ribeiro "voou" para cabecear e fazer 3x2 aos 21 minutos.  

A Macaca quase empatou de novo aos 27, mas Anderson fez duas defesas seguidas e evitou nova igualdade. Dez minutos depois, o goleiro alvirrubro salvou com pé em chute cara a cara de Moisés. E terminou mesmo 3x2 para o Náutico.  

FICHA DO JOGO

Ponte Preta: Ivan; Kevin, Fábio Sanches, Rayan e Rafael Santos; André Luiz (Yago Henrique), Marcos Júnior (Matheus Anjos) e Léo Naldi (Camilo); Richard (Iago), Moisés e Rodrigão (João Veras). Técnico: Gilson Kleina.

Náutico: Anderson; Hereda, Camutanga (Yago), Rafael Ribeiro e Júnior Tavares; Djavan (Matheus Trindade), Matheus Jesus (Marciel) e Jean Carlos; Murillo (Álvaro) Jaílson (Giovanny) e Caio Dantas. Técnico: Hélio dos Anjos.

Local: Estádio Moisés Lucarelli, Campinas-SP.

Árbitro: Jefferson Ferreira de Moraes (GO).

Assistentes: Cristhian Passos Sorence e Hugo Savio Xavier Correa (ambos de GO).

Gols: Marcos Júnior aos 32, Caio Dantas aos 39 e Rodrigão aos 46 do 1º tempo; Murillo aos cinco e Rafael Ribeiro aos 21 do 2º tempo

Cartões Amarelos: Camutanga, Matheus Jesus e Anderson (Nau)

Público: 2.732.

 

ÁLVARO JR/PONTE PRESS
Ponte Preta 2x3 Náutico, pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro - FOTO:ÁLVARO JR/PONTE PRESS
ÁLVARO JR/PONTE PRESS
Ponte Preta x Náutico, pela 30ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. - FOTO:ÁLVARO JR/PONTE PRESS

Comentários

Últimas notícias