Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

FLAMENGO

Renato Gaúcho detona arbitragem do duelo entre Athletico Paranaense x Flamengo; confira

O Flamengo empatou em 2x2, contra o Athletico Paranaense, nessa terça-feira.

Manuel Dias
Manuel Dias
Publicado em 03/11/2021 às 12:52
Marcelo Cortes / Flamengo
Renato Gaúcho treinou o Grêmio antes de assumir o Flamengo - FOTO: Marcelo Cortes / Flamengo
Leitura:

Nessa terça-feira, Athletico Paranaense e Flamengo se enfrentaram em partida que foi adiada pelo Campeonato Brasileiro, na Arena da Baixada. O jogo, que terminou em 2x2, estava valendo a redenção do rubro-negro carioca, que perdeu para o rival na Copa do Brasil, já o Furacão precisava vencer para se afastar do rebaixamento. Após o apito inicial, a tensão tomou conta da partida, o que resultou em diversos lances polêmicos.

O Clube da Gávea, no primeiro tempo, conseguiu fazer dois gols com o artilheiro da equipe, Gabigol - um deles uma obra de arte. Na segunda etapa, o Athletico foi atrás e conseguiu empatar, com um verdadeiro show de futebol. Porém, um lance polêmico deixou Renato Gaúcho chateado com a arbitragem.

Acontece que o atacante do Furacão, Renato Kayser, atingiu Léo Pereira - de raspão - com socos e pontapés, resultando em uma expulsão. Mas o VAR analisou e o juiz da partida anulou o vermelho para dar amarelo ao jogador.

> Mister! Jorge Jesus comenta sobre gritos da torcida do Flamengo: ''Sempre me acarinhou''

> Festas e algazzara! Presidente do Flamengo se irrita com o momento do time; confira

''Se eu falar aqui da arbitragem tem duas coisas. Uma que eu não gosto de falar de arbitragem. Outra que as pessoas vão falar que é desculpa. Mas, hoje, a arbitragem passou dos limites. No lance do Kayzer, ele deveria ter sido expulso. Foi uma agressão por cima e por baixo. Tanto é que o juiz o expulsou na hora. E mais uma vez o VAR entrou em ação'', disse o treinador do Flamengo.

O comandante rubro-negro também deu sua análise própria sobre o VAR. ''Quando eu falo que o VAR apita o jogo, ninguém acredita. Aí tinha que fazer essa pergunta para o árbitro de vídeo. E ao mesmo tempo o do jogo. Mas eles não dão entrevistas. Eles vão embora. Na próxima rodada eles vão estar trabalhando de novo. Nós, que trabalhamos arduamente para buscar o resultado, somos os criticados".

''Chegamos ao ponto de termos agressões permitidas no futebol. O que eu vou fazer? Nadar contra a maré, dar soco em ponta de faca. Eu sou um treinador, eu tenho que treinar minha equipe. Mas está demais. Sinceramente. Se eu visse esse lance em qualquer partida, eu nem teria que ir no VAR. Eu expulsaria na hora. E ele vai no VAR e volta atrás. Então, agora pode ter agressão no futebol. Se não quebrar e não sangrar nada, segue o jogo. Pelo menos foi o recado que mandaram hoje'', completou,

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter

Comentários

Últimas notícias