Blog do Torcedor - Tudo de Brasileirão, futebol internacional, Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes
Torcedor

Notícias do Brasileirão; de Náutico, Santa Cruz e Sport; e futebol internacional. Fórmula 1, NBA, NFL e todos os esportes com análise, interatividade e opinião

homofobia

Caso Gil do Vigor: conselheiro do Sport acusado de proferir frases homofóbicas é absolvido pelo Conselho Deliberativo

A decisão foi aprovada pela maioria do Conselho Deliberativo em votação nominal

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 10/11/2021 às 12:51 | Atualizado em 10/11/2021 às 21:16
ANDERSON STEVENS/SPORT
Pouco tempo depois de ser eliminado do BBB 2021, o rubro-negro Gil do Vigor foi convidado para visitar a Ilha do Retiro - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

Na noite da última terça-feira (9), o Conselho Deliberativo do Sport absolveu o conselheiro Flávio Koury, que em maio proferiu ofensas homofóbicas ao ex-BBB e rubro-negro, Gil do Vigor. Na reunião extraordinária realizada na Ilha do Retiro, o conselho também rejeitou o parecer da Comissão de Ética, que apenas sugeriu uma leve advertência por escrito. 

Entenda o caso

O Blog do Torcedor tentou entrar em contato com o presidente do conselho, Pedro Lacerda, mas não obteve sucesso.

Ainda sobre a reunião, o diretor de Diversidade Gabriel Augusto, da vice-presidência de Diversidade e Inclusão do clube, tentou participar do encontro como ouvinte e foi expulso pelo presidente Pedro Lacerda e outros conselheiros. Gabriel tentou argumentar, mas foi impedido de falar. O momento da confusão foi registrado em um áudio obtido pela reportagem. 

Ouça o áudio do momento em que Gabriel Augusto é expulso da reunião do conselho deliberativo do Sport:

Entenda o caso

Em maio, Gil foi até o clube, ganhou camisa personalizada e fez, no gramado, sua dancinha que ficou famosa no programa, o "tchaki tchaki". Toda a visita foi compartilhada em tempo real nas redes do clube e depois consolidada em um vídeo maior, também publicado no canal do Sport no Youtube.

A dancinha de Gil, segundo Flávio Koury, o incomodou e ele teria externado isso em uma conversa um grupo do WhatsApp que tem conselheiros e sócios. "Eu fui dizer que não concordava com as dancinhas, qualquer tipo de dancinha, que isso não é compatível com a seriedade do clube. Em uma conversa interna", afirmou.

O caso rendeu uma enxurrada de pedidos da expulsão de Koury do quadro de conselheiros do clube. No Twitter, pouco depois que o Blog de Jamildo publicou o caso, a hashtag #ForaKoury e a frase "Gil merece respeito" rapidamente ficaram entre os assunto mais comentados na rede social.

Comentários

Últimas notícias