Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

VAI DAR CERTO?

Substituto de Gaciba já ameaçou Magrão e tem polêmicas no futebol brasileiro; confira

Leonardo Gaciba foi demitido do comando da arbitragem da CBF, nesta sexta-feira (12).

Manuel Dias
Manuel Dias
Publicado em 12/11/2021 às 15:42
Laís Torres/CBF
Alício Pena, novo comandante de arbitragem da CBF. - FOTO: Laís Torres/CBF
Leitura:

Após a polêmica na partida entre Flamengo x Bahia, pelo Campeonato Brasileiro, sobre um pênalti inexistente a favor do rubro-negro, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu demitir Leonardo Gaciba do comando de arbitragem da entidade. Seu substituto será Alício Pena Júnior, vice-presidente da Comissão, que também tem seu nome envolvido com casos complicados.

22 amarelos na partida?

Alício Pena Júnior, de 53 anos, já apitou partidas importantes no passado, mas ficou marcado por grandes polêmicas dentro de campo, principalmente depois de ameaçar dar cartão amarelo para todos os jogadores da partida entre Flamengo x São Paulo - em 2013.

O caso aconteceu após uma manifestação dos dois times, organizado por jogadores que faziam parte do ''Bom Senso FC''. Quando o árbitro apitava o início da partida, atletas dos dois times ficavam parados de braços cruzados - em protesto para melhorias no futebol brasileiro.

> Agora vai? CBF estuda pedir ajuda à Fifa para melhorar arbitragem; entenda

> Presidente do Bahia dispara contra Gaciba, que foi demitido do quadro de arbitragem da CBF; confira

Alício, que não queria esse tipo de protesto dentro de campo, ameaçou amarelar todos os jogadores do jogo. O atleta do Flamengo na época, Elias, comentou sobre o árbitro. ''A ditadura acabou. O que foi colocado para gente é uma ditadura. Mas a gente é mais forte que isso. Ameaçaram os 22 jogadores em campo de tomar amarelo. Isso não existe na regra do jogo''.

Mesmo assim, os jogadores - após o início da partida - decidiram ficar tocando a bola entre os times e realizando lançamentos por aproximadamente um minuto. Na época, o então comentarista de arbitragem Leonardo Gaciba afirmou que, com a  bola rolando, os jogadores não poderiam tomar cartão amarelo.

''Se retardam o início do jogo, eles poderiam tomar cartão amarelo. Mas com a bola rolando, podem fazer o que quiserem", disse o então comentarista de arbitragem.

Magrão, do Sport

Um dos maiores ídolos do Sport, Magrão não possui boas recordações com Alício, isso porque relatou ameaça do então árbitro na época na partida contra o Vasco, durante cobranças de pênaltis, na Copa do Brasil de 2008. O ex-goleiro relatou que Alício falou que ia voltar o lance se defendesse um pênalti. 

''Após a cobrança errada de Edmundo, o árbitro veio até mim e me pressionou. Disse que se eu pegasse um pênalti ele mandaria voltar. Alegou que eu saía antes na bola, o que não era verdade'', disse Magrão em um livro contanto sobre a conquista da Copa do Brasil.

Magrão não defendeu nenhuma cobrança, mas o Leão da Ilha saiu vitorioso. Vale ressaltar, que o próprio Alício foi quem apitou a final entre Sport x Corinthians pela Copa do Brasil, quando o Leão foi campeão por 2x0.

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter

Comentários

Últimas notícias