Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

eliminatórias

"Inconcebível": Tite se revolta com o VAR por não expulsão de Otamendi por cotovelada em Raphinha; veja lance

Lance violento aconteceu aos 33 minutos do primeiro tempo

Haim Ferreira
Haim Ferreira
Publicado em 17/11/2021 às 8:52
NE10
Tite esboçou equipe com seis mudanças em relação a que empatou com o Equador - FOTO: NE10
Leitura:

Sempre sereno, o técnico Tite subiu o tom ao falar da arbitragem do jogo entre Argentina e Brasil, que terminou empatado em 0x0, na noite da última terça-feira (16), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo. O motivo foi a cotovelada que o zagueiro Otamendi deu no atacante Raphinha aos 33 minutos do primeiro tempo.

>> Copa do Mundo: veja as seleções já classificadas até agora para Mundial do Catar

O juruguaio Andres Cunha não marcou falta, nem deu cartão amarelo para o argentino. A maior revolta, no entanto, aconteceu pelo fato do VAR não ter chamado o juiz para revisar o lance.

"Eu vou tirar a máscara para falar. E vou falar o que falei no vestiário para a arbitragem. E vou assumir. O Cunha é um extraordinário árbitro, a qualidade técnica e percepção deles são altíssimas, um aspecto disciplinar muito alta, mas arbitragem exige uma equipe de trabalho. Quem está no VAR... É simplesmente impossível, vou repetir, é simplesmente impossível, não ver a cotovelada do Otamendi no Raphinha. Isso ia determinar no resultado? Não sei. Grande jogo entre os dois? Grande jogo. Mas tem um componente que tem que ser igual", desabafou o treinador brasileiro.

Tite também não poupou o VAR, que nesta partida foi comandado por Esteban Ostojich, também do Uruguai.

"Para quem tem o discernimento de ver, assim como meu agradecimento a cidade de San Juan, a forma educada que nos recebeu. Não recebi um insulto enquanto estive no banco de reservas. Fora dos padrões normais, muito obrigado San Juan por acolher e respeitar o profissional. O outro lado. Árbitro de alto nível de VAR não pode trabalhar desta forma, é inconcebível. Não é o termo que queria dizer, estou falando esse porque sou educado", finalizou.

O Brasil se classificou para a Copa do Mundo do Catar 2022 com cinco rodadas de antecedência. Líder isolado do grupo com 35 pontos, a canarinho não perdeu nenhum jogo até aqui. Como já tem sua vaga garantida no mundial do ano que vem, Tite agora deve testar novos jogadores para definir o elenco final da competição mais importante do futebol.

Siga o Blog do Torcedor no Facebook, no Instagram e no Twitter

Comentários

Últimas notícias