Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol em Pernambuco, do Nordeste, Brasil e do mundo
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, além do futebol nacional e internacional. Com análise, interatividade e opinião

DENÚNCIA

Ex-diretora do Náutico acusa funcionário do clube de importunação sexual

Tatiana Roma fez relato do caso nas redes sociais

Carolina Fonsêca
Carolina Fonsêca
Publicado em 22/11/2021 às 17:18
Notícia
Sérgio Bernardo/JC Imagem
O alvirrubro deve ter um bate-chapa pela primeira vez desde 2015. - FOTO: Sérgio Bernardo/JC Imagem
Leitura:

Atualizada às 19h21 da segunda-feira (22)

Tatiana Roma, ex-diretora de Operações do Náutico, relatou por meio de um post feito em uma rede social, nesta segunda-feira (22), que sofreu importunação sexual por parte de um funcionário do clube. De acordo com a suposta vítima, ela protocolou, no dia 3 de setembro, uma denúncia contra o suposto assediador, no Conselho Deliberativo. No entanto, o órgão não teria tomado atitudes relacionadas ao caso. Diante da situação, Tatiana optou por levar o caso à Delegacia da Mulher, onde registrou um Boletim de Ocorrência. 

>> Após despedida de Vinícius do Náutico, Hélio dos Anjos sinaliza o destino do atacante

>> Hélio dos Anjos nega apoio à chapa que disputa a presidência do Náutico

Tatiana passou a fazer parte da diretoria do Náutico em 2018, como diretora da Mulher e permaneceu no cargo durante dois anos. Em 2020, ela passou a ser diretora de Operações de Jogos, cargo em que permaneceu até julho deste ano.

>> De saída! Vinícius se despede do Náutico após derrota para Avaí pela Série B

>> Saiba quanto o Náutico arrecadou e recebeu de público com a volta das torcidas em 2021

Em seu relato, a ex-diretora conta que primeiro optou por denunciar o funcionário apenas no conselho, em sigilo, e que já esperava que o os conselheiros não tomariam nenhuma atitude. Ainda no relato, ela afirma que mesmo com o processo engavetado, passou a sofrer pressão para que o retirasse. Tatiana teria procurado Alexandre Carneiro, presidente do Conselho Deliberativo do Náutico, e ele teria pedido para que ela deixasse o processo para o próximo ano. 

>> Blog do Torcedor entrevista ao vivo candidatos à presidência do Náutico; Bruno Becker é o primeiro

>> Blog do Torcedor entrevista ao vivo candidatos à presidência do Náutico; Diógenes Braga é o convidado desta quinta 

>> Blog do Torcedor entrevista ao vivo candidatos à presidência do Náutico; Plínio Albuquerque é o convidado desta segunda-feira

Procurado pela reportagem do Blog do Torcedor, o presidente do Conselho informou que se manifestaria por meio de nota. "Em 7 de outubro de 2021 foi feito um acordo, uma transação extrajudicial entre as partes, com cláusula de sigilo e confidencialidade e a ofendida solicitou a retirada da denuncia. Depois disso o Conselho não poderia desfazer o acordo, tampouco quebrar o sigilo e a confidencialidade que as próprias partes elegeram", diz a nota. 

Tatiana disse também, no material publicado por ela nas redes sociais, que o membro de uma torcida organizada do Náutico teria sido procurado pelo suposto assediador para prestar uma queixa contra ela por racismo. Esse mesmo integrante da T.O teria ainda ligado para Tatiana e a ameaçado.

O Blog do Torcedor também tentou contato com o presidente Executivo do Timbu, Edno melo, mas não obteve sucesso. Na noite desta segunda-feira (22), o clube se manifestou por meio de nota e informou que o funcionário em questão pediu afastamento. 

Confira a nota oficial do Náutico

"A respeito de denúncia que está circulando nas redes sociais e na imprensa, a diretoria do Náutico vem se posicionar sentido de que:

Sob orientação do setor jurídico, à época em que o assunto veio ao conhecimento da gestão, foi indicado que haveria um diálogo entre as partes, e que veio a se confirmar com a posterior celebração de um acordo, o que representava, naquele momento, um entendimento.

Se, de fato, há desdobramentos recentes, inexistentes no período citado, será envidada uma apuração detalhada do ocorrido, para eventuais novas deliberações.

Naturalmente, diante da gravidade da denúncia, o funcionário em questão pediu afastamento enquanto o assunto está sendo tratado no âmbito jurídico. Todas as medidas que se fizerem necessárias serão adotadas para que não restem dúvidas sobre os fatos e efetiva ação, no caso de outras medidas administrativas cabíveis.

Ficam reiterados aqui os princípios sempre praticados pela gestão, de combate a todas as formas de desrespeito, preconceito ou intolerância, de qualquer ordem."

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O NÁUTICO

Comentários

Últimas notícias