Blog do Torcedor - Tudo sobre o futebol do Brasil e do mundo, basquete, NFL e todos os esportes
Torcedor

As notícias de Náutico, Santa Cruz e Sport, futebol nacional e internacional. Basquete, NFL, Fórmula 1 e todos os esportes Com análise, interatividade e opinião

bronca pesada

Saiba qual o único jeito do Sport conseguir anular punição e registrar jogadores

O Sport foi proibido de registrar novos jogadores por seis meses devido à dívida milionária

Robert Sarmento
Robert Sarmento
Publicado em 19/12/2021 às 13:39
ANDERSON STEVENS/SPORT
DÉBITO Sport deve R$ 1.429.531,79 aos representantes de Rithely, além de R$ 56 mil correspondente aos honorários - FOTO: ANDERSON STEVENS/SPORT
Leitura:

Se não bastassem as preocupações com a possível perda de jogadores que se destacaram em 2021, o Sport ainda foi ''presenteado'' com a proibição de registrar novos jogadores por seis meses devido à dívida milionária com os representantes do volante Rithely. Para piorar a situação, existem outras 39 ações na Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) - 40 no total. Em entrevista ao repórter Antônio Gabriel, da Rádio Jornal, o vice-presidente jurídico do Sport, Rodrigo Guedes, foi bem direto ao ser questionado se existe outro jeito do clube conseguir anular a punição.

''Não. Estamos tentando os acordos e estamos negociando. Não tem outro jeito. É pagar. Se assume um compromisso, tem que cumprir. O Sport, infelizmente, não cumpriu alguns e estamos tentando recuperar a credibilidade do clube [...] Não adianta dizer que vai pagar, não conseguir e voltar a inadimplência'', afirmou o dirigente do Sport sobre as dívidas que o clube tem.

Entenda o caso

A CNRD havia emitido uma última ordem processual no fim de novembro e determinou que o Sport fizesse o pagamento da dívida até o dia 15 de dezembro. Como o valor, calculado em R$ 1.429.531,79, além de R$ 56 mil correspondente aos honorários da ação, não foi pago, o clube recebeu a punição. Apesar do alto valor, o presidente interino do Sport, Yuri Romão, em contato com o repórter Marcelo Aprígio, acredita que as dívidas devem ser sanadas no dia 24 de dezembro. Já Rodrigo Guedes revelou que tudo está sendo feito com calma para avaliar todos os processos na CNRD.

''Tive uma reunião com o representante de Rithely e tentei um acordo antes da penalidade. Como a CBF entra em recesso, vamos poder ver com mais calma para fazer o acordo e voltar a registrar novos jogadores [...] O acordo não foi pago e o processo seguiu. Estamos analisando todos os processos da CNRD para ver se tem algum duplicado, se os cálculos estão corretos e podemos brigar para diminuir o valor'', afirmou o vice-presidente jurídico.

VEJA MAIS CONTEÚDO SOBRE O SPORT

Comentários

Últimas notícias