RELIGIÃO

Véspera do Dia de Nossa Senhora do Carmo tem missas no Recife

As celebrações das vésperas solenes têm missas na basílica e no claustro

Editoria de Cidades
Editoria de Cidades
Publicado em 15/07/2019 às 8:09
Notícia
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
As celebrações das vésperas solenes têm missas na basílica e no claustro - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

Nem mesmo a chuva enviada por São Pedro nesse domingo (14) desanimou os fiéis, que lotaram a Basílica de Nossa Senhora do Carmo, no bairro de Santo Antônio, no último domingo da 323ª edição da festa em homenagem à santa padroeira da capital pernambucana. Hoje são celebradas as vésperas solenes, com missas às 7h, 8h, 10h, 12h (com bênção e imposição do escapulário) e 15h, na basílica, e às 9h, 11h, 13h, 14h e 16h no claustro.

“Venho para a missa nos domingos e participo todos os anos da festa. Sou muito devota de Nossa Senhora do Carmo, que já me ajudou a alcançar diversas graças. Ela é tudo para mim”, afirmou a autônoma Zeferina dos Santos, de 61 anos, moradora do bairro de Água Fria, na Zona Norte da capital.

Para o comerciante Francisco Alves, a devoção virou profissão. “Minha relação com Nossa Senhora do Carmo começou aos 10 anos, durante o catecismo. Depois, aprendi a trabalhar com artigos religiosos e há 21 anos tenho uma barraca na Festa do Carmo”, conta. A fé na santa padroeira do Recife já o fez alcançar muitas graças. “A maior delas foi com minha filha, que não podia engravidar. Rezei e Nossa Senhora intercedeu junto a Deus e, com dez anos de casada, minha filha deu à luz ao meu neto.”

DIA DA SANTA

A 323ª Festa do Carmo teve início no dia 6 de julho. Amanhã, dia dedicado a Nossa Senhora do Carmo, as missas acontecem de hora em hora: das 5h às 14h na basílica e das 5h30 até as 13h30 no claustro. A missa solene será rezada às 10h, com a presidência do arcebispo metropolitano de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido.

O encerramento das festividades acontece a partir das 16h, com a missa campal em altar montado em frente à basílica do Carmo. A cerimônia terá como presidente o cardeal e arcebispo da Arquidiocese de São Sebastião do Rio de Janeiro, dom Orani João Tempesta.

Logo após a celebração, a procissão de encerramento com a imagem de Nossa Senhora do Carmo toma as ruas do Centro do Recife. O cortejo solene segue pela avenida de mesmo nome da santa, continua pela Avenida Martins de Barros, Praça da República, Rua do Sol, e Avenidas Guararapes e Dantas Barreto, até a Praça do Carmo.

Este ano, é celebrado o centenário da coroação canônica da santa. Para marcar a data, a basílica recebe a exposição Rainha de Pernambuco – Uma memória da Coroação Canônica de Nossa Senhora do Carmo, até setembro.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias