Manchas de óleo

Praia do Paiva é atingida por manchas de óleo

Cerca de 95 militares da marinha em conjunto com dezenas de moradores e trabalhadores da região, trabalham na remoção de resíduos de óleo da praia

JC Online
JC Online
Publicado em 20/10/2019 às 22:53
Notícia
Foto: Leo Motta/ JC Imagem
Cerca de 95 militares da marinha em conjunto com dezenas de moradores e trabalhadores da região, trabalham na remoção de resíduos de óleo da praia - FOTO: Foto: Leo Motta/ JC Imagem
Leitura:

As manchas de óleo chegaram à Praia do Paiva, no Cabo de Santo Agostinho, por volta das 18 horas deste domingo (20). E logo se espalharam pela areia, formando um longo tapete negro no local. Cerca de 95 militares da Marinha em conjunto com dezenas de moradores e trabalhadores da região trabalham desde então na remoção de resíduos de óleo da praia. Com o Paiva somam-se 15 pontos, entre praias, rios e foz, atingidos em Pernambuco.

Entre as praias estão Ilha Cocaias, Suape; Pedra Xaréu, Cabo; Itapuama, Cabo; Mamucabinhas (Barreiros); Pontal de Maracaípe (Maracaípe); Praia do Cupe (Ipojuca); Muro Alto (Ipojuca); Boca da Barra (Tamandaré); Praia do Reduto (Rio Formoso) e Barra de Sirinhaém (Sirinhaém). Além de quatro rios (Rio Formoso, Tamandaré; Rio Persinunga, São José da Coroa Grande; Rio Mamucabas, Barreiros; Rio Maracaípe, Ipojuca).

De acordo com a Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado de Pernambuco, de quinta-feira (17) até domingo(20), 71 Toneladas de óleo foram entregues na Central de Tratamento de Resíduos (CTR).

525 toneladas de petróleo

Em todo o Nordeste, a Marinha do Brasil divulgou que já foram coletadas 525 toneladas de petróleo desde 2 de setembro, quando as primeiras manchas surgiram nas praias da região.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias