Carnaval 2018

Foliões caem no frevo em Olinda no Sábado de Zé Pereira

Lugar ideal para quem quer fugir da muvuca do Galo da Madrugada, Olinda começa cedo a folia nesse primeiro dia de Carnaval

Luisa Farias
Luisa Farias
Publicado em 10/02/2018 às 15:18
Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
FOTO: Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Leitura:

Atualizada às 16h07

Olinda é o local ideal para quem quer fugir da muvuca do Galo da Madrugada no Sábado de Zé Pereira, mas ainda assim quer se jogar no Carnaval. A festa começou cedo, com a primeira troça saindo às 8 horas. Além dos principais blocos, Olinda contará com um mix de ritmos durante todo o dia. Teve agremiação para todos os gostos e idades, que passam pelo frevo, maracatu, bois, entre outros.

Os foliões puderam contar com o bloco Hoje a Magueira Entra, o bloco Eu Acho é Pouco, Ceorula, John Travolta e virando a noite deste sábado (10) pro domingo, tem a tradição do Homem da Meia Noite.

Steveson Pereira e Brena Carolaine foram para Olinda no Sábado de Zé Pereira fantasiados de mexicanos. “A gente vem todo ano e está muito tranquilo, muita segurança. Chegamos de 13h, passamos pela Sé e Ribeira. Tem muita gente aqui hoje, diferente de outros sábados de Carnaval em Olinda”, conta o vigilante Steveson. A arquiteta pernambucana Clistiane Araújo, de 43 anos, vai todos os anos para as ladeira. “O Carnaval daqui é sempre bom. Vim fantasiada de Diabo louro, em homenagem a Alceu Valença”, contouo. 

A fama do carnaval pernambucano trouxe os cearenses Joaquim Carlos, Marcelo Rocha, Davi Carioca para conhecer o Carnaval de Olinda. A fantasia deles é inspirada no seriado La Casa de Papel. “É o melhor Carnaval do mundo, está muito tranquilo e bem policiado. É a primeira vez que venho”, diz o fisioterapeuta Davi Carioca. 

Inácio Falcão, ator, arte educador e produtor cultural foi fantasiado de Papa Frevo. “Estou denunciando e orando pra que acabe a corrupção pra ver se sobra dinheiro, educação e segurança pra nós”, afirmou. Ele ainda canta uma música que faz uma sátira aos políticos brasileiros. "Não sou governo nem oposição, quero saber onde pegar o Mensalão. Mensalão! Eita Brasil para ter ladrão! Petrolão! É o país da corrupção!". 

Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Dragão comanda a onda vermelha e amarela do Eu Acho É Pouco - Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Bloco "Esses Boy Tão Muito Doido" - Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
A arquiteta Clistiane Araújo, de 43 anos, é Pernambucana e vai para Olinda todos os anos - Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Sábado de Zé Pereira foi tranquilo nas ladeiras de Olinda - Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Desfile dos bonecos gigantes - Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Desfile dos bonecos gigantes - Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Desfile dos bonecos gigantes - Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Foto: Bianca Bion / Especial para o JC Imagem
Bloco Ceroula de Olinda desfila no seu 56º Carnaval - Foto: Bianca Bion / Especial para o JC Imagem
Foto: Bianca Bion / Especial para o JC Imagem
As estudantes Emanuela Bezerra e Lorena Lins foram fantasiadas de Tang - Foto: Bianca Bion / Especial para o JC Imagem
Foto: Bianca Bion / Especial para o JC Imagem
Steveson Pereira e Brena Carolaine estão fantasiados de mexicanos - Foto: Bianca Bion / Especial para o JC Imagem
Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Inácio Falcão foi fantasiado de "Papa Frevo" para denunciar e horar pelo fim da corrupção no país - Foto: Alexandre Gondim / JC Imagem
Foto: Bianca Bion / Especial para o JC Imagem
Fantasia de foliões de Fortaleza são inspiradas no série La Casa de Papel - Foto: Bianca Bion / Especial para o JC Imagem
Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Foliões se divertem neste Sábado de Zé Pereira no bloco carnavalesco Mangue Beat - Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Foliões se divertem neste Sábado de Zé Pereira no bloco carnavalesco Mangue Beat - Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Foliões se divertem neste Sábado de Zé Pereira no bloco carnavalesco Mangue Beat - Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Foliões se divertem neste Sábado de Zé Pereira no bloco carnavalesco Mangue Beat - Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Foliões se divertem neste Sábado de Zé Pereira no bloco carnavalesco Mangue Beat - Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO
Foliões se divertem neste Sábado de Zé Pereira no bloco carnavalesco Mangue Beat - Fotos: Arquimedes Santos/divulgação PMO

Tradição

E por falar em tradição, é impossível deixar de fora a calunga que é símbolo da folia em Olinda. Pontual como um lorde, o Homem da Meia Noite sai da sua sede, no Bonsucesso, a zero hora, para saudar os que sobreviveram à maratona do primeiro dia. Não é bloco para os fracos. Mas quem fica não se arrepende. Ver e sentir a magia da calunga é uma emoção para se guardar pelo resto da vida.

Veja a programação do Carnaval de Olinda:

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias