justiça

Denny Oliveira tem aumento de pena revisado

Ex-apresentador entrou com um recurso alegando que não havia sido intimado para o julgamento e assim conseguiu suspender a condenação de aumento da pena

Emídia Felipe
Emídia Felipe
Publicado em 26/01/2012 às 19:01
Foto: Priscilla Buhr/JC Imagem
Ex-apresentador entrou com um recurso alegando que não havia sido intimado para o julgamento e assim conseguiu suspender a condenação de aumento da pena - FOTO: Foto: Priscilla Buhr/JC Imagem
Leitura:

O ex-apresentador Denny Oliveira reuniu a imprensa, na tarde desta quinta-feira (26), para anunciar que a condenação de estupro contra ele havia sido anulada pelo Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE). Segundo o advogado Rodrigo Almendra, que defende o ex-apresentador, a 2ª Câmara Criminal do TJPE suspendeu a condenação de 24 anos e 7 meses de reclusão após ele entrar com recurso alegando que não havia sido intimado para o julgamento.

No entanto, o julgamento suspenso é o que ocorreu no 2º grau, após recursos do réu e do Ministério Público. Com isso, segundo o Tribunal de Justiça de Pernambuco, a decisão em primeira instância que condenou Denny a 15 anos de reclusão por estupro em 2010 (na época a acusação era de atentado violento ao pudor, mas com a mudança da lei se configurou como estupro) permanece.

Mesmo assim, o ex-apresentador se mostrou confiante. “Estou muito alegre com essa notícia. Apenas alegre, feliz vou ficar quando voltar a trabalhar na televisão”, destacou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias