Luto

Mãe de criança que morreu após acidente em berçário no Recife publica desabafo no Facebook

Dayana Santos usou a rede social para agradecer o apoio dos amigos e disse estar muito abalada com a perda do filho

JC Online
JC Online
Publicado em 04/10/2016 às 0:09
Foto: Reprodução
Dayana Santos usou a rede social para agradecer o apoio dos amigos e disse estar muito abalada com a perda do filho - FOTO: Foto: Reprodução
Leitura:

A mãe do bebê de 1 ano e 9 meses que morreu na última quinta-feira (29) após uma porta de vidro cair sobre ele em um berçário no bairro do Ipsep, na Zona Sul do Recife, falou publicamente sobre o assunto pela primeira vez nesta segunda-feira (3). Em sua página pessoal do Facebook, Dayana Santos agradeceu o apoio dos amigos e disse estar muito abalada com a perda do filho.

"Queridos e amados amigos, venho aqui me confortar com a palavra de todos. Muito difícil escrever neste momento de tamanha dor! Existe um buraco infinito dentro de mim e da minha família, mas existe um Deus maior que está cuidando de nós e do meu tão amado filho Luiz Otávio", escreveu a mulher no texto.

Daiana ainda aproveitou o espaço para informar sobre a missa de 7º dia da criança. "Deus me deu e Deus levou. Levou para seus braços, para alegrar os anjinhos lá no céu. Estaremos em celebração do 7º dia da partida do nosso anjo nesta quarta, às 19h, na missa da comunidade, na Igreja de Nossa Senhora de Fátima, em San Martin", concluiu.

POLÍCIA INVESTIGA O ACIDENTE

Luiz Otávio estava no Uni Infantil Berçário e Hotelzinho quando uma porta de vidro caiu sobre ele. A criança chegou a ser levada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Imbiribeira e depois encaminhada para o Hospital da Restauração, no Derby, mas não resistiu.

De acordo com o advogado do berçário, André Pereira, não há irregularidades no local. "Está tudo normalizado no berçário. Temos alvará de funcionamento em dia, certificação do Corpo de Bombeiros e da CPRH. Também estamos dando todo o apoio aos familiares da criança", afirmou o defensor na ocasião.

O local onde o acidente ocorreu passou por perícia e o caso está sendo investigado pela Delegacia de Crimes contra a Criança e o Adolescente (Decca), na Madalena.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias