Final de Sense8 é exibido com festa em São Paulo pela Netflix

Parte do elenco da série participou do evento para fãs no Memorial da América Latina

Mauricio Santana/Netflix/Divulgação
Parte do elenco da série participou do evento para fãs no Memorial da América Latina - FOTO: Mauricio Santana/Netflix/Divulgação

SÃO PAULO - O episódio final de Sense8, que estreia dia 8 de junho na Netflix, foi exibido em São Paulo na sexta-feira (1/6) como parte do calendário da Pride Week. O evento contou a presença de alguns dos atores que interpretam os "sensates" na produção criada pelas irmãs Lana e Lilly Wachowskki e J. Michael Straczynski, Brian J. Smith (Will), Jamie Clayton (Nomi), Miguel Angel Silvestre (Lito), Tina Desai (Kala) e Toby Onwumere (Capheus).

Em cima de um trio elétrico, que remetia ao utilizado para a gravação de cenas na Parada LGBT de São Paulo para a segunda temporada, eles cantaram a música What's Up junto com os fãs e responderam a algumas perguntas das apresentadoras. Agradeceram aos brasileiros (que formam uma parte considerável do público da série) e falaram sobre alguns momentos marcantes das gravações. Depois, desceram para fazer algumas selfies com as pessoas que se aglomeravam perto da grade.

A área externa do evento contava ainda com uma réplica do ônibus usado por Capheus para trabalhar e alguns espaços de lazer. Com um DJ tocando, a pré-estreia se transformou em uma celebração da diversidade e da própria série, que foi encerrada na segunda temporada. A mobilização dos fãs garantiu a produção do especial de 2 horas que encerra a história.

Sense8Finale

Este fato se reflete no episódio, com várias cenas que exaltam determinadas características dos personagens (os exageros de Lito, a personalidade mais série de Sun, etc.). Isso não apenas dos sensates, mas também de alguns secundários. Com a duração limitada do especial em comparação com uma temporada, nem todos os ramos da trama são muito explorados, mas há uma amarração de elementos da grande trama com os dramas pessoais.

Na pré-estreia em São Paulo houve muita vibração nas cenas de luta e perseguição, algumas lágrimas em sequências mais sensíveis e também torcida por alguns relacionamentos (sem querer entrar em detalhes para não estragar surpresas).  O humor também foi um elemento bastante explorado, especialmente pela relação de alguns dos personagens secundários com as aptidões dos sensates.

A repórter viajou a convite da Netflix

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias