Larissa Manoela comemora sucesso mundial do filme 'Modo Avião' na Netflix

Primeiro longa da jovem atriz na plataforma é a produção em língua não inglesa mais vista do streaming

Foto: Aline Arruda/Netflix
Primeiro longa da jovem atriz na plataforma é a produção em língua não inglesa mais vista do streaming - FOTO: Foto: Aline Arruda/Netflix

Em seu primeiro filme para a Netflix, Larissa Manoela conquistou a façanha de ser protagonista da produção em língua não inglesa mais vista na plataforma de streaming atualmente.

>> Larissa Manoela 'faz a Globeleza' e anuncia seu contrato na TV Globo

>> Netflix anuncia nova temporada de 'Sintonia' e filme com Larissa Manoela

>> Larissa Manoela está à vontade em 'Modo Avião', da Netflix

Em Modo Avião, a jovem atriz de 19 anos vive uma digital influencer que tem seu acesso ao celular bloqueado pelos pais. Seu contrato com a plataforma é de três longas e, em breve, ela começa a gravar Lulli, sua segunda produção.

Recentemente, ela também foi contratada pela TV Globo e vai estrear em uma novela no segundo semestre. Mas em entrevista a Robson Gomes, Larissa fala sobre sua experiência inicial na empresa de streaming. Confira.

ENTREVISTA // LARISSA MANOELA

JORNAL DO COMMERCIO – Como o filme Modo Avião chegou até você?
LARISSA MANOELA – Modo Avião foi um dos tantos argumentos que recebi, e que a Netflix analisou que seria bacana eu interpretar. Foram muitos argumentos e roteiros. Modo Avião é um roteiro mexicano, que fala de um assunto muito atual. É uma linguagem mundial, sobre algo tão presente na vida de todo mundo hoje (a dependência online).

JC – Como foi a preparação para interpretar uma influencer digital no longa?
LARISSA – A Ana me surpreendeu muito porque ela tem uma evolução muito positiva no filme. Então, o preparo para ela foi um desafio porque eu também vivo um pouco dessa dupla realidade, mas de forma diferente, porque ela vive isso de uma forma tão intensa: ela dirige enquanto usa o celular. Mas eu uso a internet com muita consciência, redes sociais, porque eu sei o tempo da vida real. Tivemos uma semana de preparação antes das gravações.

JC – Quais são os retornos que você está recebendo do público?
LARISSA – Estou recebendo muitos comentários positivos, tanto de fãs e pessoas que não me acompanhavam e agora passaram a acompanhar, quanto da família e dos amigos. Estão todos muito empolgados e eu mais ainda. Receber esse reconhecimento do público é muito gratificante.

JC – Neste filme você contracena com o cantor Erasmo Carlos, que interpreta o seu avô. Como foi trabalhar com ele?
LARISSA – Desde o primeiro encontro, o Erasmo foi muito querido. Ele já chegou dizendo que não sabia muito bem atuar, mas estava disponível para poder aprender, já que ele dominava o canto. Falei que ele não precisava se desculpar e podia contar comigo para fazer uma troca legal para trazer com a Ana e o Germano uma relação bacana de avô e neta para fazer crescer isso ao longo do filme. Tivemos um contato muito especial e isso fez com que nós criássemos um laço forte de amizade.

JC – Você está lidando diretamente com o universo do streaming. Como é lidar com este novo tipo de mercado?
LARISSA – Eu já era muito fã da Netflix. Já consumia a plataforma há uns anos e sempre tive aquele vontade de atuar em um produto deles. Quando veio o convite fiquei extremamente feliz, aceitei prontamente. É um grande prazer fazer parte desse time, e desse elenco mundial da Netflix.

JC – Para você, qual a maior mensagem do filme Modo Avião?
LARISSA – Acho que é saber dosar a vida virtual e a vida real. É ver como é importante ter a consciência de valorizar o que temos de mais bonito, puro, sincero, verdadeiro, e ser sempre de verdade.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias