TECNOLOGIA

Uber vai usar selfies para confirmar identidade de motoristas

Dispositivo utiliza tecnologia de reconhecimento facial para garantir que o motorista é o mesmo que foi cadastrado no aplicativo

Editoria de Economia
Editoria de Economia
Publicado em 09/05/2017 às 12:33
Foto: Divulgação
Dispositivo utiliza tecnologia de reconhecimento facial para garantir que o motorista é o mesmo que foi cadastrado no aplicativo - FOTO: Foto: Divulgação
Leitura:

A Uber vai utilizar um recurso para verificação de identidade em tempo real dos seus motoristas através de uma selfie. Pelo dispositivo, a empresa seleciona de forma aleatória alguns motoristas que deverão enviar uma selfie antes de aceitar uma viagem ou ficar online no aplicativo.

O objetivo da medida é garantir que o condutor que está usando a plataforma corresponde ao cadastro de contas que está no arquivo da Uber, evitando fraudes e aumentando a segurança do usuário.

Exemplo: se a conta de um motorista foi roubada e está sendo utilizada por criminosos que aproveitam a oportunidade
para se passar pelo motorista, com esse dispositivo novo, isso poderá ser evitado.

Essa tecnologia de segurança foi lançada nos EUA em 2016, utilizando o Microsoft Cognitive Services para comparar as fotos de forma instantânea. Caso as imagens não coincidam, a conta é bloqueada temporariamente enquanto a equipe do Uber analisa o caso.

'Carros aéreos'

A Embraer, uma das maiores fabricantes de aeronaves do mundo, anunciou um acordo com a Uber para o desenvolvimento e implantação de uma nova modalidade de serviços, os táxis aéreos.

Conhecidos como VTOLs, esse tipo de veículo se diferenciam dos helicópteros por não emitirem poluentes e serem mais silenciosos.
De acordo com o projeto da Uber, uma viagem entre as cidades de São Paulo e Campinas, por exemplo, que normalmente levaria duas horas de carro, seria feita em dezoito minutos com os 'carros aéreos'.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias