TURISMO

Fortaleza lança passaporte para atrair turistas

Capital cearense pretende fazer visitantes ficarem mais tempo na cidade

Mona Lisa Dourado
Mona Lisa Dourado
Publicado em 08/12/2019 às 7:19
Divulgação
FOTO: Divulgação
Leitura:

Quem for a Fortaleza nesta estação encontrará uma cidade em obras. Mas isso não chega a ser um problema. Pelo contrário, a capital cearense está investindo mais de R$ 40 milhões em uma série de obras de infraestrutura, que prometem melhorar a vida dos moradores e, consequentemente, proporcionar uma melhor experiência ao turista.

A principal vitrine dessas intervenções é a orla da Avenida Beira Mar, em especial a Praia de Iracema. Após um período de declínio, a região ressurge como polo cultural que ainda guarda muito do modo de vida e da boemia tradicional fortalezense, como é possível conferir no Estoril. O edifício da década de 20, onde se localiza hoje a Secretaria de Turismo do município, também abriga um Centro de Memória que conta a história do bairro. Por meio de tablets, óculos de realidade virtual, projeções, fotos e vídeos, o visitante passeia, mesmo antes de sair do lugar, por pontos como o calçadão, o Centro Cultural Dragão do Mar, a Ponte Metálica e o próprio Estoril.

Perto dali, o tour segue pelo Memorial Belchior, que reverencia o ilustre cantor cearense falecido em abril de 2017. Além do acervo de músicas, imagens e documentos, o espaço conta até com poltronas de avião, em referência a uma das músicas mais famosas do artista.

Mona Lisa Dourado/JC
Projeto Praia Acessível venceu Prêmio Nacional de Turismo na categoria Turismo Social - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Espigão da Praia da Iracema convida a passeio sem pressa mar adentro - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Bons ventos estimulam prática de esportes náuticos na Praia do Futuro - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Conforto e badalação são as marcas da Praia do Futuro - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Na Praia do Futuro, barracas são verdadeiros beach clubs - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Há piscinas à beira mar, arenas poliesportivas e até cabeleireiro (!) - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Memorial Belchior reverencia o ilustre cantor cearense - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Museu da Fotografia tem mais de 2.500 obras nacionais e internacionais no acervo - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Mercado Central reúne artesanato de todo o Ceará, além de boxes de alimentação - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Até 10 mil pessoas chegam a visitar o Mercado Central por dia - Mona Lisa Dourado/JC
Divulgação
Bolinho de fava com pernil é uma das novidades da Culinária da Van, especializado em comida regional - Divulgação
Divulgação
Arroz com camarão no coco se destaca no cardápio da Culinária da Van - Divulgação
Mona Lisa Dourado/JC
O histórico edifício Estoril, da década de 20, abriga a Secretária de Turismo de Fortaleza - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Centro de Memória dentro do Estoril conta a história do bairro de Iracema - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Mar de Rosas serve uma deliciosa moqueca de arraia - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Museu da Indústria traz exposições sobre a importância do setor para a economia - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Passeio Público oferece tranquilidade com vista para o mar em pleno burburinho urbano - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Catedral de inspiração gótica é um dos atrativos do Centro - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
No Mercado de Peixes, turista compra os frutos do mar fresquinhos e pede para preparar ali mesmo - Mona Lisa Dourado/JC
Mona Lisa Dourado/JC
Quem cumprir o roteiro sugerido pelo Passaporte Fortaleza ganha brindes - Mona Lisa Dourado/JC

SOL E MAR

Para quem busca sol e mar, o litoral de Fortaleza vem consolidando uma imagem de inclusão, com o programa Praia Acessível. O projeto, que prevê diversão, prática de esportes e banho de mar assistido para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, foi premiado na última quarta-feira (4) pelo Ministério do Turismo (Mtur), na categoria Turismo Social. Na mesma premiação, o Recife também conquistou o primeiro lugar com O Boi Voador, na categoria Melhor Iniciativa de Aproveitamento do Patrimônio Cultural para o Turismo.

Outra novidade recente da capital cearense, que pode servir de inspiração Brasil afora, é o lançamento do Passaporte Fortaleza, disponível no aeroporto, nas Casas do Turista e nos hotéis. Com versões em português e inglês, a publicação traz onze sugestões de pontos turísticos, locais de compras e passeios, como os oferecidos pelo Fortaleza Bus, veículo panorâmico duplo deck que percorre a cidade. O visitante que carimbar o documento em todas as atrações tem direito a brindes (foto) e ao Certificado de Visitação. A ideia é fazer o turista permanecer mais tempo na cidade ou voltar para continuar a conhecê-la, uma vez que o passaporte é válido até dezembro de 2020. Confira alguns dos locais indicados no roteiro e outros que, de qualquer forma, valem a visita.

MERCADO DOS PEIXES

Você escolhe os frutos do mar fresquinhos na quantidade que quiser – peixe, camarão, lagosta, lambreta, marisco, ostra, mexilhão... Paga entre R$ 10 e R$ 15 pelo preparo das iguarias e pede a cerveja gelada para acompanhar o melhor programa de fim de tarde da capital cearense: comer de se fartar, enquanto assiste ao pôr do sol que banha de dourado as velas do Mucuripe.

Tradicional ponto de venda para os pescadores de Fortaleza, o Mercado de Peixes tornou-se também atrativo turístico desde que foi ampliado e reinaugurado em 2016. Fica no fim da Av. Beira Mar e conta com 45 boxes e quatro barracas que servem os clientes. São centenas deles todos os dias, entre moradores e visitantes em busca de um passeio “roots”, cheio de sabor e sentido.

UM MUSEU DEDICADO À FOTOGRAFIA

A Menina Afegã nos mira com aquele olhar esmeralda intenso que comoveu o mundo na capa da revista National Geographic em 1985. Só há 25 reproduções autorizadas dessa que está entre as imagens mais conhecidas da contemporaneidade e uma delas faz parte do acervo do Museu da Fotografia de Fortaleza.

A foto famosa foi a primeira da Coleção Paula e Silvio Frota, que hoje soma mais de 2.500 obras, cerca de 400 delas expostas por vez no museu. São três andares repletos de imagens que contam dois séculos de história da fotografia nacional e estrangeira, com destaque para a produção do Norte-Nordeste. A curadoria impecável é de Ivo Mesquita, também responsável pela Pinacoteca de São Paulo. Além da obra-prima de Steve McCurry, o espaço abriga retratos, fotorreportagens, cliques de moda, imagens de guerra, de desastres e outras preciosidades assinadas por nomes que vão de Henri Cartier Bresson a Pierre Verger, Cindy Sherman e Dorothea Lange.

Inaugurado em 2017 no boêmio bairro da Varjota, o Museu da Fotografia é um dos mais ousados e convidativos equipamentos turísticos-culturais da capital cearense. No Brasil, só há outro espaço semelhante em Curitiba.
Funciona de quarta a domingo, de 12h às 17h, com entrada gratuita. Mais: 85 3017-3661.

BADALAÇÃO É NA PRAIA DO FUTURO

O grande número de ônibus de turismo circulando num dia qualquer da semana, ainda na média estação, não deixa dúvidas: ali está o ponto mais badalado do litoral de Fortaleza. A demanda se justifica. Com 8 km de orla, a Praia do Futuro tem uma das melhores estruturas urbanas do País. Diversas barracas, que estão mais para beach clubs, disputam a preferência dos clientes, com serviços que vão de piscinas a arenas poliesportivas e até cabeleireiro (!). Os bons ventos também atraem praticantes de esportes náuticos. À noite, já virou tradição a Quinta do Caranguejo, quando amigos se reúnem no ritual festivo-terapêutico que envolve a degustação do crustáceo.

PATRIMÔNIO E COMPRAS NO CENTRO

Longe de se resumir à orla, o turismo em Fortaleza oferece boas experiências também no Centro. Em uma manhã, é possível conhecer os principais pontos, começando pelo Passeio Público, o bucólico bosque com vista para o mar em pleno burburinho urbano. Quase em frente, está o moderno Museu da Indústria. Dali o passeio segue pelo Forte Nossa Senhora de Assunção, com uma passadinha pela Catedral de inspiração gótica para receber todas as bênçãos antes de se jogar nas compras no Mercado Central, que recebe até 10 mil visitantes por dia.

GASTRONOMIA REFLETE IDENTIDADE LOCAL  

A gastronomia merece um – saboroso – capítulo à parte no turismo de Fortaleza. Para além do conhecido Polo da Varjota, a cidade está repleta de restaurantes e bares charmosos. Caso do Mar de Rosas, em Iracema, com sua inconfundível moqueca de arraia. Também imperdível é o Culinária da Van, no Benfica, que valoriza a cozinha, a música e a poesia cearenses, em um aconchegante espaço gastronômico-cultural, que também conta com discotecagem de vinil. Entre os pratos e petiscos, as novidades do cardápio incluem o bolinho de fava com pernil e o arroz com camarão no coco.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias