violência

Polícia próxima de identificar autor do disparo contra torcedor do Náutico

Confusão envolvendo seguranças e integrantes da torcida organizada Fanáutico ocorreu na noite do último sábado

Do JC Online
Do JC Online
Publicado em 17/02/2013 às 16:34
Foto: JC Imagem
Confusão envolvendo seguranças e integrantes da torcida organizada Fanáutico ocorreu na noite do último sábado - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

Atualizada às 21h15

O chefe da Polícia Civil de Pernambuco, Osvaldo Moares, informou que está muito próximo de identificar o autor do disparo contra Lucas de Freitas Lyra, 19 anos. Ele foi baleado na cabeça durante um encontro entre as torcidas organizadas Fanáutico (Náutico) e Torcida Jovem (Sport), na noite do último sábado (16), na frente do Estádio dos Aflitos, na Zona Norte do Recife, minutos antes do jogo Náutico x Central.

O suspeito estava trajando uma camisa preta com o nome apoio. Ele é funcionário de uma empresa contratada para fazer a escolta do ônibus de linha onde estavam os torcedores da Jovem na hora em que se encontraram com os da Fanáutico, na Avenida Rosa e Silva. "Eles (os seguranças) estavam todos armados", comentou Moraes, após ver imagens de uma câmera de segurança instalada na via.

A polícia está investigando também a legalidade da empresa de segurança contratada. As imagens nas câmeras instaladas na via mostram uma confusão envolvendo os componentes da Fanáutico e os seguranças, mas a imagem dos rostos não está tão clara. "Caso não haja a legalidade, é uma empresa clandestina, e nós vamos inclusive tratar na nova lei como milícia".

Ouça abaixo a entrevista completa do chefe da Polícia Civil:

O CASO - Minutos antes do jogo Náutico x Central, nos Aflitos, torcedores com camisa da Jovem que estavam em um ônibus da linha Vasco da Gama Derby, da empresa Globo, passaram em frente aos Aflitos, na Avenida Rosa e Silva, onde estavam integrantes da Fanáutico. Houve provocações e arremesso de pedras contra o veículo.

Segundo testemunhas, um homem trajando uma camisa preta com o nome apoio sacou uma arma e iniciou disparos. Um dos tiros atingiu a cabeça de Lucas de Freitas Lyra, de 19 anos.

Ele foi encaminhado ao Hospital da Restauração, no Derby, área central do Recife, e passou por uma cirurgia para a retirada da bala. Permanece em observação na UTI do hospital.

 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias