série a2

Dois times sobem nesta quarta para elite do Campeonato Pernambucano

Quatro times brigam por duas vagas na elite do ano que vem

Matheus Cunha
Matheus Cunha
Publicado em 14/12/2016 às 7:01
Diego Nigro/JC Imagem
Quatro times brigam por duas vagas na elite do ano que vem - FOTO: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

Pernambuco irá conhecer hoje os dois últimos integrantes da Série A1 do Campeonato Estadual de 2017. Quatro times estão nas semifinais da Série A2 e disputam os jogos de volta. A Cabense recebe o Flamengo de Arcoverde, no Gileno de Carli, no Cabo de Santo Agostinho. Já o Timbaúba encara o Afogados, no Ferreira Lima, em Timbaúba. As duas partidas começam às 20h (do Recife). 

Nos jogos de ida, os resultados finais dos dois confrontos terminaram empatados. O Flamengo não saiu do 0x0 com a Cabense, no Áureo Bradley, em Arcoverde. Enquanto o Afogados ficou no 1x1 contra o Timbaúba, no Vianão, em Afogados da Ingazeira. Com isso, quem vencer estará classificado para a elite do futebol estadual. No caso do Flamengo, os sertanejos podem avançar desde que empatem com gols contra a Cabense. Se o Timbaúba empatar por 0x0 com a Coruja, também está classificado para final. Caso os resultados sejam os mesmos dos jogos de ida, o acesso será definido nos pênaltis.

FLAMENGO HÁ 17 ANOS LONGE DA ELITE

O Flamengo, que foi campeão da A2 em 1996, não disputa a Série A1 do Campeonato Pernambucano há 17 anos. A última vez foi em 1999, quando terminou o campeonato em 10º (lanterna) com 21 pontos. Já a Cabense esteve recentemente na elite, em 2011. Acabou rebaixada na 11ª posição, com 22 pontos. A queda veio após a perda de três pontos em um processo no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), que envolveu o time e o Salgueiro. Timbaúba e Afogados nunca jogaram a Série A1. 

Os classificados irão disputar a final em jogo único no próximo domingo. A partida vai acontecer na casa do time de melhor campanha na primeira fase da competição. Se houver empate, a disputa será nas penalidades máximas.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias