Futebol

Árbitro de 24 anos que apitará Náutico x Sport tem confiança da CEAF

O presidente da comissão, Sebastião Rufino Filho, reiterou o apoio a Michelangelo Almeida Júnior

klisman
klisman
Publicado em 17/01/2020 às 15:31
Notícia
Foto: Diego Nigro/JC Imagem
O presidente da comissão, Sebastião Rufino Filho, reiterou o apoio a Michelangelo Almeida Júnior - FOTO: Foto: Diego Nigro/JC Imagem
Leitura:

O Clássico dos Clássicos deste domingo, no estádio dos Aflitos, às 16h, pode não reunir tanto peso assim para Náutico e Sport. Porém, será um grande desafio para o árbitro Michelangelo Almeida Júnior. Aos 24 anos, ele é uma das apostas da Comissão Estadual de Arbitragem de Futebol de Pernambuco (CEAF-PE) para galgar seu espaço ao longo das próximas temporadas. Ao todo, Michelangelo, que se formou como árbitro em 2016, já apitou cinco jogos da Série A1 do Campeonato Pernambucano e esteve na última Série A2. Internamente, conta com a total confiança da CEAF.

“Ele já tem cinco jogos no Campeonato Pernambucano da Série A1 é árbitro integrante do quadro nacional, árbitro promissor inclusive com observações da própria CBF. É um árbitro que o público e a imprensa não tem conhecimento, mas nós que estamos à frente da comissão já vínhamos observando ele. É um árbitro que, para a gente, está pronto e preparado. E desejamos boa sorte para que ele aproveite, desfrute e faça o melhor trabalho possível. Ele tem a nossa total confiança”, comentou o presidente da comissão, o ex-árbitro Sebastião Rufino Filho.

O quadro pernambucano de arbitragem vem passando por um processo de renovação maior. Nomes experientes, como o próprio Rufino e Nielson Nogueira Dias, se aposentaram em 2019. Agora, uma nova safra tem surgido e a CEAF, junto com a Federação Pernambucana de Futebol (FPF), buscam dar o suporte necessário para que os profissionais se estabeleçam no quadro.

“Nesta primeira rodada, temos Paulo Belence no jogo Vitória x Decisão. Ele tem 23 anos de idade, outro árbitro promissor. Esse campeonato vai servir para nossa comissão fazer novos árbitros. Estamos precisando dessa renovação e esse pessoal vem dando conta do recado. No ano passado, na Série A2, o campeonato inteiro foi todo com esses árbitros novos. Eles fizeram grandes apresentações e deram todo respaldo para a comissão aproveitar essa oportunidade da Série A1 e lançá-los novamente. Além dele (Michelangelo Almeida), temos também Anderson Marques, Paulo Belence. Temos uma turma boa chegando”, concluiu Sebastião Rufino Filho.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias