Rubro-negro

Escalação do Sport com diversos desfalques para o clássico

Técnico Guto Ferreira não poderá contar com os reforços anunciados para a temporada

klisman
klisman
Publicado em 17/01/2020 às 12:50
Notícia
Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Técnico Guto Ferreira não poderá contar com os reforços anunciados para a temporada - FOTO: Foto: Bobby Fabisak/JC Imagem
Leitura:

O Sport corre contra o tempo para tentar inscrever jogadores a tempo para a disputa do clássico diante do Náutico, no domingo, às 16h, no estádio dos Aflitos. Punido pela CNRD (Câmara Nacional de Resolução de Disputas) por conta de uma dívida de R$ 645 mil com o meia chileno Mark González, que passou pelo Leão em 2016, o clube ainda não pode inscrever novos jogadores, nem atletas que renovaram o contrato ao término do vigente. Deste modo, o Rubro-negro vai para o duelo repleto de desfalques.

No total, o elenco do Sport conta, atualmente, com 36 atletas. Porém, apenas 21 estão disponíveis para o clássico por conta da punição imposta pela CNRD. Isso acontece pois são oriundos das categorias de base ou já apresentavam contratos estendidos. Com isso, a provável escalação Rubro-negra para encarar o Leão deve ser: Mailson (Luan Polli); Ewerthon, Adryelson, Chico e Sander; Willian Farias, Ronaldo e Pardal; Pedro Maranhão, Juninho e Elton.

O volante Marcão é mais um que deve ficar de fora do duelo. O atleta tinha uma cláusula de renovação automática de contrato que foi exercida. Ou seja, um novo contrato entrou em vigor e, desta forma, precisará ser publicado no Boletim Informativo Diário (BID) da CBF. Assim, quem assume a vaga entre os 11 iniciais é Ronaldo.

Além desta situação, o Sport está mobilizado para pagar a entrada R$ 300 mil do acordo sobre a dívida com Mark González. Caso consiga até o começo da tarde desta sexta-feira (17), poderá inscrever atletas para jogar no domingo.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias