OBSTÁCULO

Náutico terá o maior desafio como mandante nessa Série B

Timbu tem pela frente o líder Atlético-GO, que é o segundo melhor visitante da Segundona

Filipe Farias
Filipe Farias
Publicado em 26/10/2016 às 8:04
Foto: JC Imagem
Timbu tem pela frente o líder Atlético-GO, que é o segundo melhor visitante da Segundona - FOTO: Foto: JC Imagem
Leitura:

Depois de amanhã, o Náutico terá o maior desafio como mandante nesta Série B. Isso porque vai medir forças com o líder Atlético-GO, que além de estar na ponta da tabela da Segundona, também é o segundo melhor visitante da competição, com seis vitórias, sete empates e apenas três derrotas, o que lhe rende um aproveitamento de 52%. Para aumentar ainda mais a dificuldade para os alvirrubros, o Dragão é a equipe que menos tomou gols jogando fora de casa (13) e está há cinco jogos invicto – vem de quatro vitórias consecutivas.

“A gente sabe que o Atlético-GO é uma equipe bem treinada, os números mostram isso. Eles não estão na liderança à toa. Mas temos as nossas armas e precisamos explorá-las. Vamos contar com os retornos de jogadores importantes que vão permitir o nosso treinador de montar uma estratégia particular para esse jogo. Temos de executar da melhor maneira para tentar furar a zaga deles que é a menos vazada fora de casa, pois precisamos muito do resultado”, disse Gastón.

Ainda segundo o lateral uruguaio, ele confessa que, no início da Segundona, não esperava que a equipe goiana fosse se manter entre os primeiros colocados por muito tempo, mas que agora eles não precisam provar mais nada para ninguém. “No início do campeonato você olha os times no papel e analisa quem vai brigar até o final pelo acesso. Sinceramente, eu não achava que eles (Atlético-GO) iriam conseguir manter o mesmo rendimento até agora. Mostrou que é um time arrumado, bem treinado e não é mais surpresa o fato de estarem na liderança e próximo do acesso”, contou o capitão alvirrubro.

ACESSO

Apesar de o Atlético-GO não garantir o acesso matematicamente em caso de vitória diante do Náutico, o triunfo deixará o Dragão com 64 pontos na tabela de classificação, pontuação que segundo sites especializados em estatísticas de futebol, como Chance de Gol e Infobola, é suficiente para subir de divisão.

“Eles estão na ponta do campeonato, jogando muito bem, e estão mais perto da Série A do que os concorrentes. Vão entrar forte para conquistar os três pontos e garantir logo o acesso. A gente também vai entrar com tudo pois queremos voltar ao G-4 e permanecer na briga”, explicou o uruguaio.

Para o volante João Ananias, o Náutico precisa ter muito cuidado para não ser surpreendido em campo. “Temos de entrar com calma, com tranquilidade. Procurar estudar bem o adversário. O que vai nos ajudar é o fator casa e a nossa torcida. Espero que ela compareça em bom número para nos apoiar. Com a ajuda deles tenho certeza que vamos sair com a vitória”, falou.

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias