Pedestrianismo

Queniana Brigid Kosgei vence com folga prova feminina da São Silvestre

Atleta liderou disputa de ponta a ponta e cruzou linha de chegada com mais de um minuto de vantagem para a segunda colocada

JC Online
JC Online
Publicado em 31/12/2019 às 9:55
MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
FOTO: MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
Leitura:

Assim como na versão masculina da 95ª edição da Corrida Internacional de São Silvestre, a prova feminina também foi dominada pelo Quênia. Nesta terça-feira (31), Brigid Kosgei não teve qualquer dificuldade para garantir o título da tradicional corrida de rua organizada na Avenida Paulista, em São Paulo. Ela liderou a disputa de ponta a ponta e cruzou a linha de chegada com a marca de 48min54s.

O restante do pódio também foi todo de atletas da África. A compatriota Sheila Chelangat foi a segunda colocada ao concluir os 15km em 50min10s, enquanto a etíope Tisadk Alem Nigus ficou com o terceiro posto ao fazer a marca de 50min12s.

MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
Kibowott Kandie foi o grande vencedor da Corrida de São Silvestre - MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
Kibowott Kandie passou concorrente nos últimos metros da prova - MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
Kibowott Kandie venceu a corrida com o recorde da prova - MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
No feminino, venceu a Brigid Kosgei - MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
Brigid Kosgei e Kibowott Kandie comemoram vitória na São Silvestre - MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
MIGUEL SCHINCARIOL / AFP
Corrida chegou a sua 95ª edição - MIGUEL SCHINCARIOL / AFP

BRASIL

O Brasil voltou a aparecer longe das primeiras colocações. A melhor representante do País foi Graziele Zarri, que ficou em 11º, com o tempo de 54min56s. A última brasileira a vencer a São Silvestre foi Lucélia Peres, em 2006.

Últimas notícias