atletismo

Usain Bolt é tricampeão olímpico nos 200m

Jamaicano cravou 19,78seg e venceu a segunda prova nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Ele volta a competir no revezamento 4x100m na sexta-feira

JC Online com AFP
JC Online com AFP
Publicado em 18/08/2016 às 22:49
Foto: Adrian DENNIS / AFP
Jamaicano cravou 19,78seg e venceu a segunda prova nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Ele volta a competir no revezamento 4x100m na sexta-feira - FOTO: Foto: Adrian DENNIS / AFP
Leitura:

Duas vezes Usain Bolt nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Nesta quinta-feira (18), no Estádio Olímpico, o jamaicano venceu os 200m rasos com o tempo de 19,78seg (seu melhor tempo no ano) e se sagrou tricampeão da prova. Esse já é o segundo título conquistado pelo velocista no Rio-2016. No domingo passado, ele faturou  o tricampeonato olímpico nos 100m e começou a traçar sua história no evento. 

O segundo lugar ficou com o canadense Andre De Grasse, com 20,02seg, que já havia levado o bronze nos 100 m. Ele foi seguido pelo francês Christophe Lemaitre, com 20,12seg, repetindo o resultado do Mundial de Daegu-2011.

Os feitos do astro não param por aí. Na sexta-feira, ele volta a entrar em ação na final do revezamento 4x100m rasos para finalmente alcançar sua meta nos Jogos: o triplo-triplo, que é justamente o tricampeonato nas três modalidades. 

As medalhas

Bolt agora tem oito medalhas de ouro em Olimpíadas: 100 m e 200 m em Pequim-2008, Londres-2012 e Rio-2016, além do revezamento 4x100 m nos últimos dois Jogos Olímpicos.

A prova

Ao contrário das noites anteriores, o estádio estava praticamente cheio, e ansioso para mais um show do astro.

O jamaicano avisou que sua meta era quebrar o próprio recorde mundial (19.19). O 'Raio' largou bem, muito melhor do que na final dos 100 m, e foi possível ver no seu rosto que estava correndo ao máximo.

No final, ao invés de dar uma olhada para o lado ou de desacelerar para zombar os adversários, ele continuou em velocidade máxima e deu a tradicional 'quebrada', inclinando o corpo para frente, mas não foi suficiente.

O tempo veio abaixo do que ele esperava e Bolt parecia até um pouco decepcionado quando viu o tempo.

Mas bastou ouvir o público gritar "U-SAIN BOLT" a plenos pulmões para sair comemorando, com bandeira jamaicana, ao som de "Reggae Night", de Jimmy Cliff. A festa estava só começando, e promete ser ainda maior na sexta-feira, se completar o triplo-tricampeonato.

 

 

 

 

 

O jornalismo profissional precisa do seu suporte. Assine o JC e tenha acesso a conteúdos exclusivos, prestação de serviço, fiscalização efetiva do poder público e muito mais.

Apoie o JC

Últimas notícias